Grávida acusada de matar o pai com tiros e facadas é presa no Agreste da Paraíba

Grávida acusada de matar o pai com tiros e facadas é presa no Agreste da Paraíba

A jovem grávida acusada de matar o pai a tiros e golpes de faca nesta quarta-feira (16), na zona rural do município de Casserengue, no Agreste paraibano,foi presa na manhã desta quinta (16). 

De acordo com o delegado titular da Polícia Civil de Guarabira, Wallber Virgolino, foram presos dois homens e duas mulheres, entre elas a filha do agricultor. O grupo estava dentro da casa de um dos presos que fica entre as cidades de Solânea e Arara, perto de onde ocorreu o crime.

A prisão foi feita em operação conjunta entre o Grupo Tático Especial (GTE) e guarnição do Comando do 4° Batalhão de Polícia Militar.

O delegado afirmou que a morte do agricultor teria sido motivada pela venda de um bezerro e que a grávida seria usuária de drogas.

Os presos foram levados para a Delegacia de Polícia Civil de Solânea. De acordo com a Polícia Militar de Solânea, responsável pelo policiamento em Casserengue, a suspeita, junto com outras três pessoas, teria chegado ao sítio e ido direto a casa da vítima, questionou à mãe o paradeiro do pai. 

Sabendo da localização, ela e as outras pessoas foram até a vítima. O homem estava capinando o roçado quando foi surpreendido e morto. A perícia vai averiguar detalhes, mas os primeiros informes apontam que o corpo do homem tem sinais de perfuração por arma branca e de tiro.

 

 


Redação