Governo pagou R$ 81 milhões para empresa envolvida com organização de "Carlinhos Cachoeira", atesta CPI do Senado Federal.

Governo pagou R$ 81 milhões para empresa envolvida com organização de "Carlinhos Cachoeira", atesta CPI do Senado Federal.
O governo do Estado da Paraíba pagou entre os anos de 2011, 2012 e 2013 exatos R$ 81.687.813,79 a Construtora G & F Ltda., que segundo denúncia do senador, Álvaro Dias (PSDB/PR), (VEJA DOCUMENTO DA CPI) teria envolvimento com a Delta Nacional, maior distribuidora de recursos da Organização criminosa comandada por Carlos Augusto Ramos, conhecido como "Carlinhos Cachoeira".
 
A constatação, segundo requerimento de Dias à CPI, se deu em face de movimentações financeiras atípicas registradas pelo COAF (Conselho de Controle de Atividades Financeiras) entre os anos de 2010 e 2012. O senador chegou inclusive a pedir quebra do sigilo bancário, telefônico e fiscal da G & F durante os trabalhos da CPI que investigou as operações da Polícia Federal: "Vegas" e "Montecarlo", já que para ele existiam motivos para crer que se trata de uma das empresas laranja envolvidas no esquema.

Carlos Cachoeira é um empresário preso sob acusações como envolvimento no crime organizado e corrupção. Ganhou repercussão nacional em 2004 após a divulgação de vídeo gravado por ele onde Waldomiro Diniz, assessor do então ministro da Casa Civil José Dirceu, lhe faz pedido de propina para arrecadar fundos para a campanha eleitoral do PT e do PSB no Rio de Janeiro. Em troca, Diniz prometia ajudar Carlinhos Cachoeira numa concorrência pública carioca. A divulgação do vídeo se transformou no primeiro grande escândalo de corrupção do governo Lula.
 
Conforme dados do Portal da Transparência do Governo Federal, a G&F se encontra no Cadastro de Empresas "Inidôneas" por "atos ilícitos materializados no pagamento de diversas vantagens e benefícios indevidos a servidores públicos, atentando contra a necessária idoneidade da referida empresa para contratações públicas, nos termos do art. 87, inciso IV, c/c art. 88, inciso III, ambos da Lei nº 8.666, de 21 de junho de 1993". (com ClickPB)
A G & F é responsável por boa parte das estradas construídas pela atual gestão.

 

 

Click PB