Governo Federal anuncia corte de 4 mil cargos de confiança e revisão em programas sociais

Governo Federal anuncia corte de 4 mil cargos de confiança e revisão em programas sociais

O governo deve cortar quatro mil cargos de confiança o final deste ano e a simplificação de 51 denominações de cargos públicos até o final deste ano. O anúncio foi feito pelo ministro do Planejamento, Romero Jucá. A medida, segundo ele, faz parte do programa de contenção de despesas para buscar o equilíbrio fiscal. Jucá descartou  cortes em programas sociais, mas que o governo vai auditar os programas. Segundo ele, os programas atuais têm cadastros que não se cruzam.

O número de cortes, de acordo com o ministro do Planejamento, é o dobro que o governo de Dilma tinha anunciado e não tinha cumprido. Isso não resolve o problema de gastos públicos, mas é um posicionamento para dar um exemplo para a sociedade.

Romero Jucá promete  rever  a estrutura organizacional dos ministérios. Encerrados ou recepcionados por outros ministérios. “Isso implica em uma base de primeiro de janeiro de 2016 a 31 de dezembro de 2016 nós deveremos ter cortado 51 métodos diferentes entre cargos comissionados”, declarou o ministro.

O ministro do Planejamento garantiu  que aumentos de servidores que já tinham sido negociados pelo governo anterior e que estão em tramitação na Câmara, em regime de urgência, serão mantidos.

 

 

 

 

 

EBC