Governo e Ministério Público firmam convênio para fiscalizar abrigos de idosos na Paraíba

Governo e Ministério Público firmam convênio para fiscalizar abrigos de idosos na Paraíba

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Humano (Sedh), firmou com o Ministério Público da Paraíba um Termo de Cooperação Técnica para fiscalizar as Instituições de Longa Permanência para Idosos da Paraíba (Ilpis). O objetivo é percorrer as mais de 30 Ilpis e verificar a situação dos usuários.

Algumas situações irregulares foram detectadas durante as fiscalizações realizadas em anos anteriores, como medicamentos vencidos, falta de acessibilidade, higiene e maus tratos, que levaram à interdição de algumas instituições.

Também assinaram a termo, o Corpo de Bombeiros, Conselho Regional de Engenharia e Agronomia da Paraíba (Crea-PB), Conselho Regional de Medicina (CRM-PB), Conselho Regional de Enfermagem (Coren-PB), Conselho Regional de Psicologia da 13ª região (CRP-13), Conselho Regional de Serviço Social (CRESS), Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional (Crefito), Conselho Regional de Nutrição (CRN), Agevisa e Conselho Estadual do Idoso do estado da Paraíba (CEI-PB).

A gerente de Proteção Especial da Sedh, Gabrielle Tayanne Vasconcelos, que representou o Governo do Estado, destacou que o acompanhamento dos idosos que vivem institucionalizados é uma prioridade.

“As pessoas que vivem nas Ilpis são esquecidas até pelas famílias. O Governo do Estado tem esta preocupação de chegar perto e fiscalizar o dia-a-dia destas pessoas. Estaremos mais uma vez participando desta fiscalização para auxiliar no que for preciso”, afirmou.

Melhorias Ilpis – O Governo do Estado, além de auxiliar na fiscalização e monitoramento destas Instituições, lançou, no ano passado, o Projeto Acolher, que visa realizar melhorias na parte física e nos serviços oferecidos pelas Ilpis aos idosos. O investimento com recursos próprios do Governo do Estado para o Projeto Acolher é de R$ 2 milhões.

 

Fonte: Secom