Governo do Estado investiga casos de doenças com manchas avermelhadas de causas desconhecidas

Governo do Estado investiga casos de doenças com manchas avermelhadas de causas desconhecidas

Desde o mês de março, em algumas regiões do Estado, está sendo registrada a ocorrência de casos atípicos de doenças exantemáticas (manchas avermelhadas), que não se enquadram nas definições de casos suspeitos de dengue e outras doenças, como sarampo e rubéola, de notificação compulsória (obrigatória). Diante deste cenário, a Secretaria de Estado da Saúde (SES) solicitou o apoio do Ministério da Saúde, que enviou técnicos para orientar e executar as ações que estão sendo desenvolvidas, com o objetivo de esclarecer o diagnóstico da doença. Até o momento, as amostras de espécimes coletadas desses pacientes para sorologia e analisadas pelo Laboratório de Saúde Pública do Estado (Lacen-PB) deram positivas apenas para dengue.

A recomendação da SES às Secretarias Municipais de Saúde é para que os pacientes atendidos nas unidades de saúde, apresentando exantema (manchas avermelhadas na pele com coceira), acompanhado ou não de febre (até 37,7ºC), independente de outros sintomas, deverão ser notificados como casos suspeitos de dengue, assim como aqueles com a sintomatologia clássica da dengue (febre, dores no corpo, nas articulações, atrás dos olhos, de cabeça e manchas vermelhas pelo corpo), conforme preconizado pelo Ministério da Saúde. “A notificação é importante para que as ações de investigação sejam desencadeadas”, esclareceu a gerente executiva de Vigilância em Saúde da SES, Renata Nóbrega.

De acordo com o Ministério da Saúde, os casos devem ser testados primeiro para dengue, caso sejam negativos, serão avaliados outros diagnósticos.

Ao apresentar esses sintomas, os usuários devem procurar as Unidades de Saúde de seus municípios para avaliação das equipes de saúde. Para os casos de dúvidas, a SES disponibiliza os contatos da Vigilância Epidemiológica Estadual: 3218-7331 /0800-281-0023/ 8828-2522 (Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde Estadual - Cievs).

 

 

Secom