Governo do Estado entrega Espaço Cultural José Lins do Rego reformado e modernizado

Governo do Estado entrega Espaço Cultural José Lins do Rego reformado e modernizado

O Governo do Estado inaugurou, na noite desta sexta-feira (4), as obras de reforma, revitalização e modernização do Espaço Cultural José Lins do Rego. A população compareceu em grande número e assistiu a shows musicais e apresentações de cultura popular. Palhaços em pernas de pau circulavam na Praça do Povo divertindo as pessoas.

O governador Ricardo Coutinho, em breves palavras, compartilhou com o público a alegria de ter a oportunidade de contribuir com a recuperação e modernização do Espaço Cultural José Lins do Rego e destacou que os recursos investidos – um total de R$ 49 milhões – foram oriundos do Tesouro do Estado.

“O Espaço Cultural está renascendo, mas todas as características originais foram mantidas”, informou Ricardo Coutinho ao público presente no Teatro Paulo Pontes, onde assistiu à apresentação do Projeto de Inclusão através da Música e das Artes (Prima). Ele ressaltou ainda que o Governo do Estado investiu R$ 6 milhões na aquisição de instrumentos musicais para as orquestras do Prima, que hoje já ensina música a 1.200 crianças e adolescentes. “O Governo do Estado está criando um instrumento que abre portas para a vida, não só para a música”, disse.

O presidente da Fundação Espaço Cultural José Lins do Rego, Lau Siqueira, enfatizou que o Governo do Estado devolve à comunidade o maior centro cultural do Brasil e um dos maiores do mundo. Já o secretário de Cultura, Chico César, afirmou que o Espaço Cultural se renova e é um ponto de encontro da cultura paraibana com a cultura de todos os lugares. E lembrou ainda as obras realizadas no Cine Teatro São José, em Campina Grande; no Teatro Iracles Pires, em Cajazeiras, e no Teatro Santa Roza, em João Pessoa, além da construção do Teatro do Centro de Convenções.

O presidente da Funjope, Maurício Burity, participou da solenidade representando a família do ex-governador Tarcísio Burity, seu pai, que construiu o Espaço Cultural na década de 1980, e agradeceu ao Governo do Estado pelas melhorias implantadas no equipamento de cultura.

Apresentações - A quadrilha junina “Coronel José Lins”, da cidade de Pilar, abriu a programação cultural na Praça do Povo. Maria José Alves, coordenadora da quadrilha, disse que o novo Espaço Cultural volta a ser palco da cultura popular e de todas as manifestações das artes e que o Governo do Estado fez um investimento necessário num espaço importante para o povo paraibano.

A reinauguração teve como atração principal o show do rapper Criolo. A parte musical contou ainda com a banda paraibana Sonora Sambagroove. Também se apresentaram no evento o Maracatu Leão da Fronteira e integrantes do projeto Prima. A noite dedicada à cultura teve também intervenções de dança e circo, e projeções de VJs paraibanos. Nesse primeiro evento, espaços como a Praça do Povo, teatros de Arena e Paulo Pontes foram ocupados. A entrada foi gratuita.

Reforma – Projetado pelo arquiteto Sérgio Bernardes na década de 80, sendo uma obra arquitetônica referencial em todo o país, o Espaço Cultural passou por algumas mudanças com a reforma, porém os traços e características implantadas por Bernardes foram preservadas. Uma das principais alterações que o público poderá perceber é a transformação do antigo Cine Bangüê em Sala de Concertos. Um novo cinema, com tecnologia digital, está sendo concluído na área que antes abrigava a pista de patinação.


 

Secom PB