Governo distribui mais de 680 toneladas de sementes para 109 mil famílias de agricultores familiares

Governo distribui mais de 680 toneladas de sementes para 109 mil famílias de agricultores familiares

O Governo do Estado montou uma logística para distribuir gratuitamente, em nove cidades-polo, 684 toneladas de sementes selecionadas de feijão, milho e sorgo com 109 mil famílias de agricultores familiares. As sementes para o plantio serão entregues prioritariamente aos agricultores dos 187 municípios que fizeram adesão ao Garantia Safra 2013.

 

De acordo com o secretário de Estado do Desenvolvimento da Agropecuária e da Pesca (Sedap), Agamenon Vieira, serão nove polos regionais de distribuição nas cidades de Alagoinha, Esperança, São Mamede, Sumé, Princesa Isabel, Picuí, Catolé do Rocha, Sousa e Itaporanga.

 

“O Governo do Estado vai distribuir por um período de um mês 684 toneladas de sementes selecionadas, sendo 345 toneladas de sementes de milho, 79,1 toneladas de sorgo, 160 toneladas de feijão macassar e 100 toneladas de feijão carioquinha”, destacou Agamenon Vieira.

 

O Governo, por meio da Sedap e suas empresas vinculadas, orienta os agricultores dos 187 municípios a procurarem os Conselhos Municipais, as prefeituras e os escritórios da Emater. Parte dessas sementes poderá ser armazenada pelos agricultores até em garrafas pet para ser plantada no início do ano que vem, de acordo com as chuvas em cada região.

 

“As sementes são de alta qualidade e o objetivo do programa é incentivar o aumento da produção de grãos, garantindo a segurança alimentar, além de possibilitar o incremento na renda familiar”, destacou o secretário.

 

Para os agricultores do Sertão, Serra do Teixeira e Cariri, onde já se iniciou o período de plantio, havendo necessidade, pode ser feito o replantio. Caso contrário, essas sementes devem ser armazenadas em locais adequados para posterior utilização. Para os municípios do Curimataú, Seridó e Brejo, a recomendação é que as sementes sejam utilizadas de acordo com o calendário de plantio. Mais orientações podem ser adquiridas com os técnicos da Emater.

 

Secom-PB