Governo distribui 760 toneladas de sementes certificadas para agricultores familiares

Governo distribui 760 toneladas de sementes certificadas para agricultores familiares

O Governo do Estado garante a distribuição de 760 toneladas de sementes certificadas para 70 mil agricultores familiares durante o período da safra 2014/2015, com um investimento da ordem de R$ 7,4 milhões do Fundo de Combate e Erradicação da Pobreza no Estado da Paraíba (Funcep-PB). Nesta semana, foi iniciada a segunda etapa da programação e serão distribuídas 348 toneladas de milho, feijão carioquinha, macassar e sorgo. Entre os dois primeiros meses deste ano, aproveitando as chuvas no Sertão, foram repassadas 412 toneladas.

A distribuição das sementes certificadas foi intensificada pelos escritórios da Emater, empresa integrante da Gestão Unificada Emater/Emepa/Interpa, vinculada à Secretaria do Desenvolvimento da Agropecuária e da Pesca (Sedap), atendendo aos agricultores familiares das regiões do Agreste, Brejo e Litoral onde as chuvas começam a se consolidar como período favorável ao plantio. Entre janeiro e fevereiro, foram atendidas as regiões de Itaporanga, Catolé do Rocha, Cajazeiras, Patos, Pombal, Princesa Isabel, Serrara Branca e Souza.

O Programa Estadual de Distribuição de Sementes Certificadas da Sedap, para a Safra 2014/2015, é executado pela Emater, e segue o cronograma de distribuição que atende ao período de plantio conforme calendário. Segundo o secretário Rômulo Montenegro, a proposta é o atendimento direto aos agricultores familiares por meios de programas de produção de grãos e formação de pastagem.

No total do programa, serão distribuídas nesta safra, 350 toneladas de milho, 250 toneladas de feijão macassar (vigna), 60 toneladas de sorgo e mais 100 toneladas de feijão carioquinha (phaseolus), nas duas etapas. A distribuição e o acompanhamento do plantio são feitos pelos extensionistas da Emater.

Os agricultores devem procurar os escritórios da Emater, que estão encarregados da distribuição. O secretário Rômulo disse que os objetivos do programa é implantar um conjunto de ações articuladas visando aumentar a produção e a produtividade das propriedades rurais, com a consequente ampliação da renda e da segurança alimentar e nutricional das famílias.

O gerente executivo de Abastecimento da Sedap e presidente da Comissão do Programa de Distribuição de Sementes Certificadas, Benelio Francisco de Araújo, também ressaltou o papel dos extensionistas da Emater na distribuição das sementes, fazendo chegar a tempo recorde aos agricultores beneficiados.

Segundo o diretor técnico da Emater, Vlaminck Saraiva, por intermédio dos escritórios da Empresa, as sementes também estão chegando aos assentados da reforma agrária, comunidades indígenas e quilombolas, tudo realizado em parceria com os Conselhos Municipais de Desenvolvimento Rurais Sustentáveis, organizações sociais, secretarias municipais da agricultura, sindicatos rurais.

O assessor estadual Pedro Paulo Bezerra da Silva, designado para acompanhar a distribuição das sementes em nível da Emater, lembrou que se trata de insumos de boa qualidade germinativa que estaria fora do poder aquisitivo dos agricultores. O governo está garantindo acesso às sementes adaptadas ao semiárido e em época apropriada de plantio, fortalecendo a agricultura familiar e o setor produtivo, refletindo significativamente na segurança alimentar das populações em situação de vulnerabilidade social e econômica.

Como acontece em outras regiões administrativas da Emater, na região de Itabaiana, composta por 12 municípios, estão sendo distribuídos 18.000 quilos de sementes de milho, 9.100 quilos de feijão vigna, 1.000 quilos de feijão phaseolus e 3.700 quilos de sorgo.

 

 

 

Secom