Governador discute implantação de parque eólico nos municípios do Vale do Sabugi

Governador discute implantação de parque eólico nos municípios do Vale do Sabugi
O governador Ricardo Coutinho recebeu, nessa segunda-feira (26), na Granja Santana, executivos do grupo Força Eólica do Brasil, formado pelas empresas Neoenergia e Iberdrola, que venceu recentemente o leilão para implantação de três parques eólicos nos municípios de São José do Sabugi, Santa Luzia e Junco do Seridó. Os parques eólicos, com potência de 90 megawatts, vão funcionar até o final de 2017 e representam um investimento de R$ 300 milhões.
 
A diretora de Operações da Força Eólica do Brasil, Laura Porto, e o coordenador de Desenvolvimento de Projetos Eólicos, Tomas Cabrero Ruano, apresentaram o projeto.
 
O governador Ricardo Coutinho garantiu o apoio necessário para tornar realidade um investimento importante como a oferta de energia limpa, em um momento estratégico para o desenvolvimento da região do Vale do Sabugi. Ele destacou que o Estado terá um papel importante na infraestrutura com os investimentos em rodovias, nos licenciamentos e na formação de mão de obra qualificada.
 
A diretora de Operações da  Força Eólica do Brasil, Laura Porto, afirmou que a região do Vale do Sabugi foi escolhida para abrigar o empreendimento pelo potencial eólico e sua infraestrutura rodoviária. Laura ressaltou a importância econômica do empreendimento que vai garantir energia limpa para mais de 150 mil consumidores. “A energia eólica é a melhor maneira de interiorizar e fixar o homem no lugar em que vive como vem ocorrendo no interior do Rio Grande do Norte e da Bahia. Nos próximos anos, a região do Vale do Sabugi sentirá os reflexos na economia”, ressaltou Laura.   
 
A Iberdrola é uma empresa espanhola que atua na distribuição de gás natural e na geração e distribuição de energia elétrica. Em 2006, comprou a Scottish Power. Com esses novos empreendimentos, a Força Eólica totalizará 16 parques de geração de energia a partir dos ventos no Nordeste, alcançando uma capacidade combinada de 462 megawatts, o equivalente ao consumo de 873 mil lares.
 
Participaram do encontro, o secretário de Estado dos Recursos Hídricos, Infraestrutura, Ciência e Tecnologia, João Azevedo; e o deputado estadual Ricardo Barbosa.