Gervásio nega desentendimento por presidência do PMDB: ‘não vamos entrar nessa, nem fazer alegria de adversários’

Gervásio nega desentendimento por presidência do PMDB: ‘não vamos entrar nessa, nem fazer alegria de adversários’

O deputado estadual, Gervásio Maia (PMDB), comentou em entrevista ao Sistema Arapuan de Comunicação, que a discussão sobre a presidência do partido nos próximos dois anos já está definida e que existe “uma turma querendo especular sobre o assunto”, mas que “não vai entrar nessa, nem fazer a alegria dos adversários”.

 

De acordo com Gervásio, a questão da eleição da presidência já foi definida há quase dois anos, e que a atual composição com Manoel Júnior (PMDB) e o próprio Maia como secretário Geral, foi feito um acordo para Manoel Júnior presidir o partido por dois anos e o Maia pelos próximos dois anos. “Já está resolvido, foi chancelado pela executiva”, diz.

 

“Algumas pessoas ficam querendo colocar o PMDB para brigar, mas não vai acontecer, foi assunto deliberado pela executiva, combinado com o próprio Manoel Júnior. Nossa gestão, que também considero minha porque sou secretário, termina no dia 17 de julho e a partir daí faremos uma nova convenção ou a executiva edita medida provisória, não conversamos sobre isso ainda, tem muito tempo e só a turma querendo especular sobre assunto que não vai avançar”, destacou.

 

O deputado explicou que sugeriu para Manoel Júnior ocupar os últimos dois anos, mas que o presidente preferiu os dois primeiros.

 

“Tem a turma do outro lado que não gosta do PMDB que fica querendo fazer briga, não vamos entrar nessa nem fazer a alegria dos nossos adversários”, concluiu.

 

 

 

 


Marília Domingues / Adelton Alves