Gervásio Maia defende criação do TCM e diz que TCE está ultrapassado: 'O que mudou em 44 anos?'

Gervásio Maia defende criação do TCM e diz que TCE está ultrapassado: 'O que mudou em 44 anos?'

O deputado estadual, Gervásio Maia (PMDB), usou a Tribuna da Assembleia Legislativa na manhã desta quarta-feira (2), para fazer uma fala em defesa da instalação do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM).

O parlamentar aproveitou para criticar o Tribunal de Contas do Estado e apontou que o TCM é importante para o desenvolvimento do Estado, pois, segundo o peemedebista, o atual TCE está ultrapassado.

Gervásio afirmou que tem muitas perguntas a fazer ao TCE e que as discussões sobre o TCM começaram em 1994, há 21 anos que existe uma PEC prevendo a instalação de corte de contas municipais. “O TCE consumia em 2007, R$ 52 milhões, hoje ultrapassou e muito a casa dos R$ 100 milhões e o que mudou fora a construção do seu suntuoso prédio e fora a ferramenta do Sagres – “que é preciso considerá-la como extremamente importante”?

O parlamentar criticou que a concepção do Tribunal de Contas “é a mesma ao longo dos 44 anos de existência e o que defendemos uma Corte de contas que acompanhe de verdade a gestão, participando de palestras orientadoras para coibir a sangria dos recursos públicos que acontecem todos os dias”.

O deputado também afirmou que quem poderia orientar essas prefeituras é o TCE e reclamou que nunca viu uma força tarefa para fazer um trabalho educativo. “Nunca houve interesse, houve sim o de agregar mais recursos e agora que 21 anos se passaram quando falamos da instalação do TCM para mudar a concepção, eles se irritam”, afirmou.

 

Gervásio ainda afirmou que no TCM do Ceará há responsabilidade solidária e que “isso não existe aqui”, além de destacar que no estado vizinho “eles estão bem mais avançados que nós”. Ele criticou “alguns integrantes do grupo de Cássio” que se colocaram contrariamente à discussão e apontou que não acredita numa mudança de concepção do TCE que não mudou em 21 anos. 

 

 

 

Paraíba.com.br