Galdino se emociona e cai no choro durante discurso de posse no Palácio

Galdino se emociona e cai no choro durante discurso de posse no Palácio

O presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), deputado Adriano Galdino (PSB) e do Tribunal de Justiça da Paraíba, desembargador Marcos Cavalcanti, tomaram posse conjunta para o exercício interino do cargo de governador do Estado, em substituição ao titular Ricardo Coutinho (PSB). O ato de transmissão do cargo aconteceu no final da manhã desta quinta-feira (16), no Salão Nobre do Palácio da Redenção. O parlamentar ficará no exercício da função de 17 a 21 de julho, já o desembargador, será o governador de 22 a 26 e julho.

Após assinar os dois termos de transmissão de cargo em ato contínuo, Ricardo Coutinho disse que o Estado vai estar em boas, "o desembargador Marcos Cavalcante e o deputado Adriano Galdino são dois homens de bem, o judiciário conhece mais a realidade do estado como todo e terá as condições de fazer um julgamento profundo e o legislativo da mesma forma. Creio que um dos fatos mais importantes em tudo isso seja a harmonia entre os poderes," disse o governador titular.

Durante os próximos 10 dias, o governador interino Adriano Galdino disse que vai se dedicar a dar continuidade na agenda do governador Ricardo Coutinho. Emocionado em seu discurso de posse, Galdino disse que nunca imaginaria que um homem de família pobre feito ele, da cidade de Pocinhos, no interior da Paraíba, chegaria a assumir o cargo de governador. "Mas esteja certo governador Ricardo Coutinho, não irei desafinar, darei continuidade as ações do seu governo", falou chorando.

Os dois presidentes assumem interinamente o governo do Estado em virtude de licença de 10 dias do governador Ricardo Coutinho e da vice, Lígia Feliciano, por motivo de viagem. Essa é quarta vez, em que um presidente do TJPB e um presidente da ALPB assumem o Estado em três anos da gestão de Ricardo Coutinho.

O socialista Ricardo Coutinho já transmitiu o Governo a três presidentes do TJPB no seu primeiro mandato. Em 9 de abril de 2012, Ricardo Coutinho transmitiu o Governo para o desembargador presidente do Tribunal de Justiça, Abraham Lincoln da Cunha Ramos, que ficou no cargo por cerca de 15 dias durante viagem de Ricardo aos Estados Unidos. Isto revela a harmonia entre os três Poderes: Executivo, Legislativo e Judiciário.

Em 2014 assumiram o Governo a presidente do TJPB desembargadora Fátima Bezerra Cavalcanti de 24 a 26 de março, e o presidente desembargador Romero Marcelo, de 29 de julho a 4 de agosto de 2014. Marcos Cavalcanti será o quarto presidente a assumir o cargo de governador interino no intervalo de três anos e dois meses.

A vice-governadora Lígia Feliciano também assumiu o Governo interinamente em fevereiro deste ano. Lígia ficou no exercício do cargo da noite do dia 9 ao dia 18.

 

 

 

Assessoria