Galdino diz que 'ficha ainda não caiu' sobre substituição a RC e fala em legislação para uso racional da água na AL

Galdino diz que 'ficha ainda não caiu' sobre substituição a RC e fala em legislação para uso racional da água na AL

O presidente da Assembleia Legislativa, Adriano Galdino (PSB), falou sobre assumir o executivo durante a viagem do governador do Estado, Ricardo Coutinho (PSB) e da Vice Lígia Feliciano (PDT) e destacou que é legítima a posição do PSB nacional em querer candidatura própria em João Pessoa.


Galdino contou em entrevista após a volta dos trabalhos na Casa nesta terça-feira (14), que a “ficha ainda não caiu”, em relação a assumir o governo do estado na licença do governador e da vice. “Estou na expectativa, vou assumir com tranquilidade, pé no chão, equilíbrio, dentro das minhas limitações e procurar ocupar esse tempo dando minha contribuição para uma Paraíba melhor”, disse.


O parlamentar revelou ainda que via marcar audiência com todos os secretários para se inteirar dos problemas da Paraíba e apontou que se for necessária sua assinatura para agilizar algum serviço, fará ‘na maior tranquilidade’, se não, aguardará o retorno de Ricardo.


Eleições 2016 - Para Galdino é legítimo que a nacional do partido pense desta maneira e queira colocar nas cidades mais povoadas candidatos do partido, porém apontou que a Paraíba tem suas prioridades e o governador “que é o comandante em tese” saberá conciliar a nacional com a Paraíba.


A respeito da sua possível candidatura em Campina Grande, o deputado foi evasivo afirmando apenas que este caso vai ser debatido e conversado de acordo com o pensamento nacional e com o pensamento da Paraíba também.


Segundo semestre na AL -  A expectativa do deputado é produzir mais do que no primeiro semestre e dar a resposta que o povo quer de cada deputado para que “possamos contribuir cada vez mais em construir uma Paraíba melhor para todos”.


O presidente explicou que na sua ótica a pauta principal deve ser a legislatura própria em torno da questão do uso racional da água, trabalhar nesse sentido para que a AL possa se adequar a crise hídrica pela qual passa a Paraíba e o Brasil.


Volta de Ricardo Marcelo - Galdino garantiu que nunca houve divergência pessoal com ex-presidente da Casa, apenas de pensamento e política. “Ele está voltando para a Casa, cumprimentei e fiz a saudação que ele fosse muito bem vindo. Vamos conviver da maneira mais harmônica possível”, apontou.


O presidente ainda afirmou que o parlamento é composto por pessoas diferentes e que é natural haver debate, porém que ele fique apenas no campo político e da ideologia. “É minha preocupação”.
 
 
 


Marília Domingues / Fernando Braz