Galdino defende terceirização e critica quem não trabalha

Galdino defende terceirização e critica quem não trabalha

O presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), deputado Adriano Galdino (PSB), defendeu, nesta quinta-feira (7), uma maior discussão sobre o projeto de terceirização (PL 4330/2004) que está em tramitação na Câmara Federal.

Segundo Galdino, muitas vezes servidores concursados possuem um baixo rendimento em se comparando com a performance de prestadores de serviço. O socialista citou o caso de dois garis, um concursado e o outro, prestador de serviço, e disse que enquanto o servidor concursado limpava cinco ruas, o temporário ‘dava conta’ de 22.

Galdino disse que o projeto também possui vantagens para os trabalhadores e por isso é necessário que o debate sobre o tema se aprofunde.

“Você inchar os governos estaduais, as prefeituras, as assembléias, com pessoal concursado que não quer trabalhar, é complicado, por isso precisamos discutir mais esse projeto com a sociedade”, defendeu.

 

 

 

 

MaisPB