Fusão do PTB com Democratas não tinha acordo entre os líderes

Fusão do PTB com Democratas não tinha acordo entre os líderes

Até agora a fusão do PTB com o Democratas foi abortada, uma das causas foi a falta de acordo entre o comando nacional das legendas sobre a postura nacional do novo partido, se oposição ou situação. Outro ponto que encontrou resistência para união das legendas foi a falta de acordo em diretórios estaduais sobre as presidências regionais das legendas.

Um dos estados onde não houve acordo para o comando do partido foi na Paraíba. Aqui, os ex-senadores e presidentes estaduais dos partidos não abriam mão do posto. Tanto Efraim Moraes (DEM) como Wilson Santiago (PTB) pretendiam continuar no comando estadual da legenda.

Apesar das reuniões entre Moraes e Santiago com os seus filhos, os deputados federais Efraim Filho (DEM) e Wilson Filho (PTB), não houve consenso, realidade que o comando nacional dos dois partidos encontraram em outras unidades da Federação.

“Não chegamos a um denominador comum”, disse Efraim Moraes ao Portal MaisPB, afirmando que não acredita mais na fusão.

 

 

 

Écliton Monteiro – MaisPB