Frentista reage a assalto e joga álcool em ladrão, que pega fogo ao atirar

Frentista reage a assalto e joga álcool em ladrão, que pega fogo ao atirar

Um homem que tentava assaltar um posto de gasolina na madrugada de domingo (8), em São João de Meriti, na Baixada Fluminense, ficou queimado após ter álcool jogado sobre ele por um frentista, que reagiu ao roubo. As imagens foram exibidas no RJTV.

Luis Romário Fernandes teve 87% do corpo queimado e estava em liberdade condicional por responder por crimes como tráfico de drogas e roubo. Segundo os peritos, o corpo de Luis Romário começou a pegar fogo depois que o bandido fez o disparo. A fagulha do tiro incendiou o corpo dele.

As imagens mostram que Luis Romário parou o carro ao lado da bomba de gasolina  para abastecer, como se fosse um cliente, e pediu para encher o tanque. Eram por volta das 3h.

Quando o frentista ia devolver as chaves, o ladrão anunciou o assalto. Toda a ação dura menos de dois minutos. O dono do posto conta que o funcionário entregou o dinheiro que tinha no bolso: R$ 40. “o bandido ameaçou ele. Se você não me der o restante e eu sair do carro, tu vai se dar mal’, disse ele”, contou Lecir Gouvea do Amaral, dono do posto. Logo depois, o frentista joga álcool sobre o Luis Romário. Em seguida, as chamas tomam conta do carro.

O criminoso está internado no hospital Pedro II, em Santa Cruz, na Zona Oeste do Rio.

O delegado Roberto Cardoso, da 44ª DP (Inhaúma), afirma que ninguém deve reagir em situações assim: “Essa atitude é perigosa, não é recomendada. Por acaso nesse caso deu certo, né. Mas jamais a vítima deve esboçar esse tipo de reação pq corre perigo”, afirmou ele.

 

 

 

 

G1