Frei Anastácio cobra proteção para profissionais de Imprensa na PB

Frei Anastácio cobra proteção para profissionais de Imprensa na PB
O deputado estadual Frei Anastácio apresentou, hoje, na Assembleia Legislativa, voto de pesar à família do radialista Ivanildo Viana,  assassinado na semana passada, e cobrou rigor da Secretaria de segurança do Estado,na investigação desse caso, além de plano de ação para combater a violência contra profissionais de imprensa no estado.
 
Segundo o parlamentar, além do caso de Ivanildo, ocorreram outros ataques a profissionais de mídia nos últimos dias. "Na semana passada, um cinegrafista da TV Tambaú foi espancado por um policial civil, que foi preso sob suspeito de furto", ressaltou Frei Anastácio.
 
"Ontem, a casa do blogueiro Mário Luiz, 51 anos, foi atingida por vários tiros na praia de Carapibus, no município de Conde, no Litoral Sul do estado. O próprio profissional de imprensa afirma que o motivo dos disparos teve conotação política. Existe registro de outros casos espalhados por todo Estado, o que é lamentável", destacou o deputado.
 
O parlamentar também lembrou os ataques aos radialista da cidade de Sumé. " Lindemberg Tavares e Wesley Silva da rádio Alternativa FM de Sumé. No dia 17 de dezembro eles foram vítimas de uma emboscada feita pelo empresário, conhecido por Ivando Produções, que os convidou para uma entrevista em sua própria residência. Quando os dois chegaram lá foram agredidos com fio de aço e pontapés", relatou o parlamentar.
 
O deputado disse que está enviando ofício ao secretário de segurança da Paraíba,como presidente da Comissão de Direitos Humanos da Assembleia, solicitando mais atenção aos profissionais de imprensa, no sentido de preservar o livre exercício da profissão. "Muito se fala que os direitos humanos são só para proteger bandidos. Mas, garanto que na condição de presidente da Comissão de Direitos Humanos da Assembleia, esse conceito vai mudar", garantiu o deputado.
 
 
 
 
Parlamento PB