Frei Anastácio classifica saída de Luciano do PT como oportunismo pessoal e covarde

Frei Anastácio classifica saída de Luciano do PT como oportunismo pessoal e covarde

A decisão do prefeito da Capital, Luciano Cartaxo, de sair do PT para o PSD é um ato de puro oportunismo pessoal. “Ele foi para um novo partido, depois da certeza de que não tem nenhuma chance de apoio do governador Ricardo Coutinho nas eleições do próximo ano. Com isso, está indo para os braços de Cássio Cunha Lima em busca de alguma chance de reeleição”, disse o deputado estadual Frei Anastácio (PT), que está em Brasília num encontro nacional representando a Assembleia Legislativa.

O deputado disse ainda que Luciano Cartaxo se aproveitou do PT e da militância do partido para chegar à prefeitura da Capital e, depois de realizar esse objetivo, abandonou a legenda na primeira crise que apareceu. “Ele nunca foi um petista de verdade. Apenas usou a legenda para seus projetos pessoais”, afirmou o deputado.

O parlamentar também criticou o discurso do prefeito em relação a citação de que “João Pessoa não pode ser penalizada pela crise instalada no governo do PT”. “A saída do prefeito para o PSD irá trazer mais reursos para João Pessoa?”, indagou o deputado, acrescentando que nenhum petista paraibano está envolvido em escândalos.

O parlamentar criticou ainda a afirmação do prefeito que disse em seu pronunciamento que estaria tomando uma decisão corajosa. “Em minha opinião, ele tomou uma posição covarde. No momento em que o partido mais precisa da posição dele como liderança, ele simplesmente dar um chute em toda uma história conseguida com ajuda da legenda e ainda tem a “cara de pau” de citar a crise nacional como motivo”, afirmou.

Frei Anastácio disse ainda que foi um dos grandes defensores do nome de Luciano Cartaxo para vice-governador na chapa de José Maranhão e depois para prefeito de João Pessoa. “Eu sempre achei que Luciano só defendia seus projetos pessoas, mas fiz tudo isso em nome do partido. Mas, uma coisa é certa, não sabia que ele era tão covarde ao ponto de cuspir no prato em que comeu durante décadas”, afirmou o deputado.

De acordo com Frei Anastácio, o prefeito em seu discurso deixou transparecer também que tudo que fez em João Pessoa foi através dos seus esforços, sem precisar do governo federal. “Mas, a maioria das obras do município tem ajuda do governo Dilma e ele não pode negar”, disse o deputado.

Contradição do prefeito

Frei Anastácio também apontou uma contradição na decisão do prefeito em sair do PT. “Como é que ele sai do PT criticando o governo e vai para um partido da base de sustentação?”, perguntou o deputado, respondendo ao mesmo tempo, que isso é mais um ato de oportunismo do prefeito para tentar continuar usufruindo das políticas do governo Dilma. “Ele deveria ter ido logo para um partido de oposição, já que deixou o PT criticando o governo federal que é petista”, finalizou o deputado.

 

 

 

 

Assessoria