FPF recua e já admite cancelar Campinense x CSP

FPF recua e já admite cancelar Campinense x CSP

Duas horas depois de marcar a partida entre Campinense e CSP para amanhã, a Federação Paraibana de Futebol (FPF) recuou e já admite cancelar o duelo.

Isso porque em entrevista exclusiva ao Portal MaisPB, na noite desta quinta-feira (12), o vice-presidente do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), o relator Ronaldo Botelho Piacente, ‘condenou’ a decisão da FPF de agendar as partidas antes do Tribunal de Justiça Desportiva da Paraíba (TJD-PB) finalizar o julgamento do imbróglio envolvendo Treze, Campinense e FPF, conforme decisão liminar na última quarta-feira.

Mais cedo, o diretor jurídico da FPF, Marcos Souto Maior Filho, assegurou que a entidade estava com plenas condições jurídicas de agendar as partidas. Contudo, na noite desta quinta-feira, Marcos Souto Maior Filho recuou e admitiu ter feito uma interpretação equivocada.

Para piorar, a decisão do presidente Amadeu Rodrigues feriu o  Estatuto do Torcedor em seu artigo 16, que diz que, ”a entidade organizadora da competição tem de confirmar, com até quarenta e oito horas de antecedência, o horário e o local da realização das partidas.”.

 

 

 

 

MaisPB
Maurílio Júnior