Fotógrafo brasileiro é eleito o melhor do ano em prêmio ibero-americano

Fotógrafo brasileiro é eleito o melhor do ano em prêmio ibero-americano

  O concurso fotográfico POY Latam, um dos maiores e mais importantes da região ibero-americana, elegeu esta semana o brasileiro Mauricio Lima como fotógrafo do ano. A eleição é baseada no trabalho desenvolvido nos últimos dois anos pelos fotógrafos inscritos.

 

O prêmio recebeu e analisou mais de 31.100 fotos e 168 projetos multimídia inscritos por 1.300 fotógrafos de diversos países da América Latina e da Península Ibérica.

Trabalhando para o jornal "The New York Times", Lima cobriu diversos assuntos principalmente no Brasil, na Ucrânia e no Afeganistão. A seleção de imagens na página do concurso destaca seu trabalho nos protestos de 2013 em São Paulo e no Rio, o contraponto da vida na Amazônia durante a Copa do Mundo, a vida e os costumes no Afeganistão e a guerra separatista na Ucrânia.

O brasileiro também ficou em 1º lugar na categoria Notícias, com a série que mostra a situação de conflito no leste da Ucrânia. Uma das imagens mais impactantes dessa cobertura é a cena de uma mãe amparada pelo filho em frente ao corpo de sua filha morta por um bombardeio (veja mais abaixo).

Realizado a cada dois anos, o POY Latam (sigla para Pictures Of the Year Latin America) tem sede itinerante e foi realizado no México ao longo desta semana. Em 2013, a sede do concurso foi Fortaleza. As discussões dos jurados até a escolha dos premiados é transmitida ao vivo pela internet.

 

 

 

 

G1