Filha de Janene chama Hugo de 'inconsequente e irresponsável' por propor de exumação

Filha de Janene chama Hugo de 'inconsequente e irresponsável' por propor de exumação

A filha do ex-deputado, José Janene, Danielle Janene, enviou uma mensagem para o deputado federal, Júlio Delgado, relator da CPI da Petrobras, agradecendo pela crítica que ele fez ontem na CPI à forma como se tratou a história em torno da morte do pai dela.

Na mensagem, Danielle chama o deputado federal paraibano, Hugo Motta (PMDB), presidente da CPI, de "garoto inconsequente e irresponsável" por admitir a hipótese de exumar o corpo de Janene por desconfiar que ele estaria vivo.

Confira a mensagem na íntegra: 

Bom dia, deputado! Gostaria de agradecer seu posicionamento a respeito da “brincadeira de mau gosto” daquele garoto, o deputado Hugo Motta. Ele foi inconsequente e irresponsável, evidentemente para ganhar tempo e especialmente tirar o foco do que realmente interessa que é desmascarar algumas figuras aí de Brasília, entre outros. Minha família, além de ter sido cruelmente execrada na mídia, passou toda a tarde de ontem sendo importunada.

Hoje meus filhos e meus irmãos não querem nem ir à escola. Todos ficaram muito abalados com a forma como esse assunto foi tratado. Ontem à noite tomei a iniciativa de ligar no celular do deputado Hugo Motta e pedir explicações. Ele, nitidamente envergonhado, me pediu desculpas e disse que se retrataria ao abrir a sessão e disse que voltaria atrás se eu enviasse documentos a ele comprovando a morte. Não há quaisquer problemas em prestar esclarecimentos necessários, desde que isso seja solicitado a mim, filha e inventariante, de maneira formal. Além do mais, a Stael Fernanda Janene já estava separada de meu pai desde 2008, e ele faleceu em setembro de 2010. Independentemente disso, mantenho um bom relacionamento com ela, que é mãe dos meus irmãos (crianças ainda) e que não merecem passar por tamanho constrangimento! Portanto nem de viúva ela poderia ser chamada. Ela foi julgada nas redes sociais, sem ter merecido, e houve até desentendimentos dentro de nossa família por conta desse absurdo.

Acredito que esse garoto, Hugo Motta, não deva ainda ser casado e ter filhos. Me coloco à disposição dos nobres deputados que realmente estejam comprometidos a realizar um trabalho sério nesta importante comissão. Tenho todos os documentos necessários, mas só irei me manifestar caso seja for formalmente solicitada. O deputado Hugo prometeu se retratar hoje ao abrir a sessão. Eu e minha família merecemos esse respeito, pois estamos constrangidos e desmoralizados em nossa própria cidade.

A comissão, ao meu ver, ficou desmoralizada, e eu particularmente acho que esse deputado não tem qualificação para presidir a comissão de forma séria e respeitosa e direcionar os trabalhos aos fatos e “figuras” que realmente precisam ser investigados. Nesse momento, estou na mesquita em que meu pai foi velado, e adivinha? A imprensa já está na porta. Já tenho problemas demais apenas por ter “nascido” filha do deputado e sequer tenho poder/influência e condições financeiras para contratar um bom advogado para me defender. Mas, diante de tudo isso que está acontecendo, resolvi me pronunciar.

Aos nobres deputados que têm família e sabem que os filhos não têm culpa dos atos cometidos por seus pais, deixo aqui meu apelo.

Respeitosamente,

 

Danielle