Feridos de explosão são transferidos para João Pessoa

Feridos de explosão são transferidos para João Pessoa

Três trabalhadores que ficaram gravemente feridos em explosão de caldeira de fábrica de ração animal na cidade de Sousa, no Sertão paraibano, estão sendo transferidos para o Hospital de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena, em João Pessoa.   A informação foi confirmada através de nota da Secretaria de Saúde do Estado no início da tarde de hoje.

Ainda durante a tarde,  a secretária de Saúde do governo do Estado, Roberta Abath, fez comunicado sobre a tragédia e  garantiu todo esforço da sua pasta para dar assistência necessária às vítimas e familiares.

“É uma rede de profissionais em um esforço humanitário que se articula para garantia da vida”, destacou a secretária.

Desde as primeiras horas da tragédia, que provocou a morte de duas pessoas, o Hospital Regional de Sousa conta com o apoio de mais de 50 profissionais de saúde envolvidos nos socorros.

O Hospital Regional de Sousa acionou toda a equipe médica da região para prestar os primeiros atendimentos, além da Rede de Urgência e Emergência do Estado da Paraíba, para dar suporte no socorro dos feridos.

As vítimas foram identificadas como Flávio Moura de Sousa  e  Zezinho.

O acidente aconteceu  na fábrica  “Vó Ita Frios” por volta das 9h, em uma caldeira que armazenava óleo. Devido a força da explosão, os funcionários foram arremessados e morreram na hora. Parte de estrutura da fábrica foi destruída.

O Corpo de Bombeiros, Samu, uma ambulância do município do Lastro, uma ambulância de São José da Lagoa Tapada, além de carros particulares ajudaram a levar os trabalhadores da fábrica ao Hospital.

 

 

 

MaisPB