Fenda gigante na Síria servia de cova para vítimas do Estado Islâmico

Fenda gigante na Síria servia de cova para vítimas do Estado Islâmico

Na Síria, uma fenda no chão esconde um dos capítulos mais tristes da história recente do país. É ali que o grupo terrorista Estado Islâmico jogava os corpos de suas vítimas.

O fotógrafo brasileiro Gabriel Chaim mostra também cidades-fantasmas, que ficaram totalmente destruídas depois da passagem dos terroristas. Em uma delas, Kobane, a vida vai aos poucos voltando ao normal, e uma família que havia se refugiado na Turquia agora volta para casa.

 

 

 

 

 

 

G1