Falta de apoio: Veneziano se diz contra ‘caça as bruxas’ dentro do PMDB, mas sinaliza: ‘espero que reflitam e procurem outra casa’

Falta de apoio: Veneziano se diz contra ‘caça as bruxas’ dentro do PMDB, mas sinaliza: ‘espero que reflitam e procurem outra casa’

O ex-prefeito Veneziano Vital do Rego (PMDB) afirmou que é contra uma “caça as bruxas” dentro do PMDB, mas gostaria que os peemedebistas que não trabalharam pela eleição de Vital do Rego Filho (PMDB) e nem embarcaram na sua candidatura quando ele se colocou como candidato ao governo, saiam do partido.

Falando sobre a campanha, e as reviravoltas que aconteceram com a sua desistência da candidatura ao governo do estado e a consequente campanha do irmão, Veneziano desabafou:

“Tiramos alguns ensinamentos, eu continuo a ser o mesmo, não vou guardar rancores,ou ressentimos. Mas aprendi a guardar uma reserva maior com alguns que se diziam comprometidos com o projeto”.

Veneziano admitiu que mesmo com todas as defecções dentro do partido, e todas as dificuldades, o PMDB foi o partido que elegeu o senador, a maior bancada federal e a segunda maior bancada estadual no pleito.

O ex-prefeito chegou a argumentar que se alguns desses correligionários (que não o apoiaram ou apoiaram Vital) não tivessem se atraído por uma situação que parecia mais cômoda, referindo-se ao que chamou de ‘facilidades do governo e a estrutura do PSDB’, o resultado do partido poderia ter sido outro para a disputa ao governo do estado.

Após essa avaliação o peemedebista fez um apelo e uma sinalização: “Esses que traíram o PMDB, não se comprometeram com o partido, imagino que não se sintam bem dentro do PMDB. Antes que o PMDB faça um levantamento desse comportamento... Chegamos a menos de 10 apoiando a legenda, dos mais de 50 prefeitos. Eu não defendo caça as bruxas, absolutamente, mas apenas espero que eles reflitam e cheguem a conclusão que não foram leais e devem sair para outra casa”, finalizou.