Falso corretor de imóveis é preso na PB por fraude superior a R$ 700 mil

Falso corretor de imóveis é preso na PB por fraude superior a R$ 700 mil

A Polícia Civil da Paraíba prendeu, na tarde desta quarta-feira (6), no bairro do Bessa, em João Pessoa, um homem suspeito de negociar fraudulosamente pelo menos três imóveis, situados nos bairros Jardim Cidade Universitária, Bancários na Capital e um imóvel situado em Cabedelo, no valor aproximado de R$ 700 mil. Trata-se do pessoense Hélcio Patrício Cordeiro Ribeiro, 28 anos, que se apresentava como corretor de imóveis.

Hélcio Patrício, de acordo com a polícia, ganhava a confiança das vítimas interessadas nos imóveis, que deixavam o suspeito encarregado de cuidar da negociação. Com isso, as vítimas cumpriam com toda a negociação, chegando a pagar integralmente os valores firmados com o falso corretor, que já foi autuado pela fiscalização do Creci/PB, por exercício ilegal da função de corretor de imóveis

Desconfiança - No entanto, em face da demora na transferência dos imóveis e das informações contraditórias apresentadas pelo suspeito, as vítimas passaram a procurar referências sobre Hélcio Patrício. Com isso, eles descobriram que o mesmo não era corretor de imóveis e que as negociações dos imóveis sem a autorização ou conhecimento dos proprietários. Hélcio Patrício obtinha de maneira ilícita os valores pagos pelas negociações, negando-se a devolver aos donos dos imóveis.

O caso é investigado pela Delegacia de Defraudações e Falsificações da Capital (DDF) que descobriu que o suspeito vinha negociando imóveis em João Pessoa há pelo menos um ano, de maneira que pode ter lesado diversas outras. 

Preso - O suspeito foi preso em flagrante e conduzido à DDF para a adoção dos procedimentos cabíveis e responderá pelos crimes de estelionato e exercício ilegal da profissão. A Delegacia continua as investigações, objetivando descobrir se mais vítimas foram lesadas pelo falso corretor de imóveis e se mais pessoas participaram da execução das fraudes. Quaisquer denúncias sobre o suspeito ou sobre fraudes similares, podem ser encaminhadas à DDF através do Disque denúncia da Polícia Civil – tel. 197 (sigilo garantido).

 

 

 

 

 

Click PB