Explosão dentro de Assembleia Legislativa deixa três feridos

Explosão dentro de Assembleia Legislativa deixa três feridos

Três das quatro vítimas de uma explosão na Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT) continuam internadas neste sábado (14) na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Pronto-Socorro Municipal de Cuiabá (PSMC). O estado de saúde delas é grave. As três vítimas tiveram queimaduras e inalaram gases tóxicos.

A explosão aconteceu quando o grupo fazia uma reforma em um gabinete e usava produtos inflamáveis durante o serviço. A suspeita é que uma faísca vinda de uma das máquinas de limpeza tenha entrado em contato com gases do produto, causando a combustão. A quarta vítima do acidente estava em uma sala ao lado, foi atendida e liberada, segundo a assessoria da ALMT.

O estado mais grave é o de um rapaz de 24 anos, que teve quase 100% do corpo queimado na explosão. A segunda vítima, de 28 anos, teve 90% do corpo atingido e o último trabalhador, de 27 anos, teve 80% do corpo queimado. Conforme o boletim médico, as vítimas passaram por cirurgia e continuam internadas até o final da manhã deste sábado.

Explosão

Na noite de sexta-feira (13) os trabalhadores de uma empresa terceirizada faziam a aplicação do carpete dentro do gabinete 114 e o polimento do piso, quando ocorreu o acidente. De acordo com o Corpo de Bombeiros, as vítimas usavam produtos inflamáveis e cola durante o procedimento. A explosão ocorreu quando o produto teve contato com uma das máquinas de limpeza. Inicialmente, a Polícia Civil acredita que o caso seja um acidente de trabalho.

 

 

G1