Executivo da Fifa é preso suspeito de comandar venda ilegal de ingressos da Copa

Executivo da Fifa é preso suspeito de comandar venda ilegal de ingressos da Copa

A Polícia Civil do Rio de Janeiro prendeu na tarde desta segunda-fera (7) o diretor executivo da Match Services, Raymond Whelan, suspeito de comandar o esquema de venda ilegal de ingressos para a Copa do Mundo 2014. Com ele 100 ingressos foram encontrados durante a abordagem da polícia ao quarto onde ele estava hospedado no Copacabana Palace; ação aconteceu na tarde desta segunda-feira (7).

A empresa é responsável pela comercialização de bilhetes e tem contrato com a Federação Internacional de Futebol até 2023. O esquema estava ativo há quatro Copas do Mundo pelo menos.

No crime, lotes de ingressos chegavam a custar cerca de R$ 700 mil e rendiam um lucro de até 1000%.

Na semana passada nove pessoas foram presas suspeitas de envolvimento com o esquema criminoso, uma delas é o empresário argelino Mohamadou Lamina Fofana, que serviu de gancho para encontrar outros suspeitos e desencadeou todo o resto da investigação.

Com os suspeitos foram encontrados ingressos que eram destinados como cortesias a patrocinadores e ONGs.