Executiva Nacional manda PT da PB rever veto a alianças com partidos do ‘golpe’

Executiva Nacional manda PT da PB rever veto a alianças com partidos do ‘golpe’

O secretário nacional de Organização do Partido dos Trabalhadores (PT), Florisvaldo Raimundo de Souza (foto), encaminhou ofício ao diretório estadual da legenda na Paraíba, alertando para a necessidade de alinhamento com a decisão da direção nacional em relação à política de alianças para a disputa das eleições municipais deste ano.

No documento encaminhado à presidente do partido na Paraíba, Giucélia Figueiredo, Florisvaldo lembrou que a decisão do PT paraibano discorda do entendimento firmado pelo comando nacional da legenda. Ele ressaltou que no último dia 17, ficou definido “que dado o conjunto de compromissos defendidos pelo PT ao longo de suas administrações públicas, é indispensável o esforço de diálogo com os partidos do campo democrático-popular e estendê-lo, caso a caso, a setores e partidos que, mesmo fora deste espectro, defendam conosco pontos programáticos para as eleições municipais”.

O dirigente nacional  ressalta que o partido não apoiará candidatos (as) que votaram e/ou apoiaram publicamente o impeachment, mas o veto não se estende aos partidos destes candidatos. Florisvaldo afirma que cada caso deve se analisado e alertou para o risco de isolamento do PT no Estado.

Na resolução expedida pelo diretório estadual do PT na Paraíba, na última segunda-feira (18), o partido deliberou pela aliança apenas com PDT, PSB e PCdoB.

Resolução do Diretório nacional do PT

Resolução do Diretório nacional do PT

 

 

 

 

 

MaisPB