EXCLUSIVO: Ricardo Coutinho atribui ao prefeito Luciano Cartaxo rompimento da aliança de 2014

EXCLUSIVO: Ricardo Coutinho atribui ao prefeito Luciano Cartaxo rompimento da aliança de 2014

O governador Ricardo Coutinho, em entrevista exclusiva a TV Arapuan, considerou que o prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo rompeu a aliança construída na campanha de 2014 ao abandonar o PT  e transferir sua filiação partidária para o PSD, “partido que faz oposição ao meu governo”, destacou.

Esta é a primeira vez que o governador expõe seu ponto de vista a respeito do assunto. Deu-se na tarde-noite desta segunda-feira (21) durante a solenidade de posse do paraibano Rogério Fialho, na presidência do Tribunal Regional Federal da 5ª Região, em Recife, quando o governador do Estado, foi uma das figuras centrais do evento.

Ainda sobre a posse de Rogério Fialho ele disse que conhece a caminhada do desembargador e que a sua posse é motivo de orgulho para a Paraíba.

Sobre o episódio com o senador Cássio Cunha Lima, o governador Ricardo Coutinho que, antes tinha se pronunciado através de nota distribuída à Imprensa, no dia de hoje ele fez publicamente em entrevista exclusiva ao repórter Adelton Alves, da TV Arapuan destacando que “eu não levo desaforo para casa, principalmente quando esse desaforo é mentiroso, o cargo que ocupo, a minha condição e a minha história não me permite fazer isso”, disse o governador ao destacar que “respondi com a verdade e a cada mentira vou responder sempre com a verdade o que muitas vezes dói muito”.

Ainda sobre a decisão de Cartaxo, o governador disse que isso não lhe surpreendeu “é um direito dele fazer a opção que é contra o campo que eu estou, mas cabe o povo julgar se essa decisão foi correta ou não. Mas isso não me dar o direito de fazer julgamento pessoal, “ pois cada um sabe o seu caminho e o meu caminho esse: coerência e coragem para poder fazer com que a Paraíba e João Pessoa continuem a avançar”, finalizou o governador. 

 

 

 

Paraíba.com.br