Ex-vereador é preso em fazenda com armas e suspeito de ameaçar de morte político da Paraíba

Ex-vereador é preso em fazenda com armas e suspeito de ameaçar de morte político da Paraíba

O ex-vereador Jocélio Araújo Cavalcante foi preso na madrugada desta quarta-feira (6) portando três armas de fogo e sob a acusação de ameaçar de morte um vereador da cidade de Parari, no Cariri a 247 km de João Pessoa. A prisão aconteceu na fazenda dele em Parari depois de um cerco da Polícia Civil de Serra Branca. Jocélio Araújo já está na cadeia pública.

Segundo o delegado João Joaldo, Seccional da Polícia Civil do Cariri, há cinco meses o vereador Josinaldo Pedro procurou à cúpula de segurança da Paraíba para denunciar que estava sendo ameaçado pelo ex-vereador. Ele informou ainda que Jocélio Araújo andava armado e coagia moradores da cidade.

“Após a formalização da denúncia, começamos a investigar e constatamos que cerca de quatro moradores deixaram a cidade por terem sido ameaçados pelo ex-vereador. Jocélio Araújo era temido na cidade. Por conta das ameaças, o vereador estava há dez dias fora da cidade temendo ser assassinado”, revelou o delegado.

Ainda conforme o policial, mandados de busca e apreensão foram expedidos pelo juiz de Serra Branca e cumpridos na madrugada. “Fizemos o cerco na fazenda do ex-vereador e ele ainda tentou fugir e se livrar de um revólver jogando-o no telhado. Mas, conseguimos prendê-lo e apreender um revólver calibre 38, uma espingarda calibre 12 e uma de fabricação caseira conhecida como ‘soca-soca’, que estava na fazenda. Um tatu foi encontrado na propriedade”, disse.

Jocélio Araújo vai responder pelos crimes de posse e porte ilegal de armas e crime ambiental. Como o somatório dos crimes ultrapassou os quatro anos, o delegado Rodrigo Monteiro não arbitrou fiança. Ele foi levado para a cadeia pública da cidade de Serra Branca onde ficará à disposição da justiça. 

 

 

 

Fonte: Por Hyldo Pereira