Ex-usuário de crack que virou modelo grava DVD de palestra sobre superação

Ex-usuário de crack que virou modelo grava DVD de palestra sobre superação

O semblante sorridente do modelo Adriano Lugoli, 35 anos, esconde o drama de ter vivido nas ruas e o vício em drogas e álcool. “Comecei com cigarro. Passei para o álcool e usei também maconha, cocaína e crack, que fez minha vida derreter”, relembra o mineiro nascido em Uberlândia, radicado em Brasília desde 2003. A penúria ficou para trás na história de Adriano, mas o inspirou a narrar sua reviravolta, em discurso.

Nesta quarta-feira (16/3), o modelo dá mais um passo na função de palestrante: ele gravará o DVD Super Ação, a partir das 20h, na Supernatural Church, na QI 02 Lote 1320 do Setor de Indústrias do Gama. A entrada é gratuita e o evento será transmitido ao vivo.
 

“Conto o preconceito racial que vivi, o que fez de mim cara retraído, e o contato com cada droga, as casa de recuperação por onde passei, em Luziânia. E da volta por cima, do meu casamento e a formação da minha família”, descreve.

 

Adriano narra também a reviravolta inusitada. Após ganhar um ensaio fotográfico como presente de casamento, em 2006, amigos sugeriram ao rapaz enviar as imagens para um agência de modelos. “Coloquei primeiro no Orkut, mas tinha preconceito e, por isso, demorei a enviar para uma agência”, recorda. A iniciativa atraiu convites para outros ensaios e desfiles. O jovem, que chegou a pesar 60kg quando, segundo ele, chegou “ao fundo do poço”, malhou e mergulhou na vida das passarelas.

A carreira de palestrante hoje é a mais nova empreitada de Adriano, a qual ele concilia com participações em campanhas publicitárias, desfiles de moda e programas de televisão. Morador do Gama, ele é casado e pai de dois filhos.

 

 

 

 

 

 

Correio Braziliense