Ex-prefeito paraibano tem até o ano de 2155 para pagar dívida por improbidade

Ex-prefeito paraibano tem até o ano de 2155 para pagar dívida por improbidade

A Justiça Federal concedeu 139 anos para que o ex-prefeito da cidade de Aparecida, no Sertão do Estado, possa pagar R$ 166.806,20 referentes a uma ação de improbidade administrativa. Como José Alves de Sousa não possui bens em seu nome, terá que pagar R$ 100 por mês até o ano de 2155.

De acordo com a sentença, foram esgotadas todas as tentativas de localizar os bens do ex-prefeito. “Como bem afirmou o Ministério Público Federal (MPF), algum ressarcimento ao erário é melhor do que ressarcimento algum”, é o que o juiz federal em substituição na 8ª Vara de Sousa, Thiago Batista, atesta na sentença.

O acordo prevê que as parcelas deverão começar a ser pagas a partir deste mês. José Alves de Sousa foi condenado em ação de improbidade administrativa com sentença transitada em julgado.

José Alves de Sousa foi eleito o primeiro prefeito constitucional de Aparecida nas eleições de 1996, já que a cidade foi fundada em 1994. O ex-prefeito nasceu em 1952 e atualmente tem 64 anos.

 

 

Click PB