Ex-prefeito de Mulungu terá de devolver R$ 1 milhão aos cofres públicos

Ex-prefeito de Mulungu terá de devolver R$ 1 milhão aos cofres públicos

O Tribunal de Contas da União (TCU) julgou irregulares as contas do convênio 684/ 2002, firmado entre o Ministério da Integração Nacional e o município de Mulungu, tendo por objetivo a implantação do sistema de abastecimento de água e condenou o ex-prefeito, Achilles Leal Filho, e a Park Construções Civis e Elétricas Ltda. terão de devolver R$ 1.096.242,92 aos cofres públicos.

De acordo com o convênio, deveria ser implementado um sistema de abastecimento d”água na comunidade “Riacho da Pedra” e no loteamento “LealLândia”, composto de poço amazonas, casa de bomba e tratamento no reservatório, adutora, reservatório apoiado, abrigo para material de tratamento, rede de distribuição e ligações domiciliares.

Relatório de avaliação da Caixa Econômica Federal apontou que não foram alcançados os objetivos quanto à funcionalidade das obras, nem tampouco os benefícios sociais esperados.

 
 


Redação