Ex-policial assassina sogros e se suicida depois de discussão com a esposa

Ex-policial assassina sogros e se suicida depois de discussão com a esposa

Um casal foi assassinado na manhã deste domingo (6), dentro de um condomínio no bairro Bonfim, em Campinas (SP), e o principal suspeito é um ex-policial temporário, genro das vítimas, que se matou em seguida. Vítimas e autor dos disparos não moravam juntos. A sogra tinha 60 anos e o marido dela, 58. Segundo a polícia, o suspeito teve uma briga com a esposa, no Parque São Jorge, e para se vingar entrou na casa dos pais dela e atirou contra eles. O autor dos disparos tem um filho de aproximadamente dois anos. A filha do casal disse que o marido, de quem estava se separando, trabalhava agora como motorista de ambulância.

Policiais militares, civis e o Corpo de Bombeiros foram acionados ao local e o andar onde as vítimas viviam foi isolado para perícia e remoção dos corpos. As primeiras informações são de que o suspeito esperou o portão da garagem do prédio abrir para a entrada de um morador e invadiu o local. O genro teria até se registrado na guarita, uma exigência do condomínio antes de subir para efetuar os disparos.

Os vizinhos ouviram os tiros. Segundo eles, foram vários. Depois unidades da Polícia Militar chegaram e o helicóptero Águia, também da corporação, foi acionado para levar o casal para o hospital, mas como morreram no local a aeronave voltou para a base.

Após cometer o assassinato, o ex-policial temporário teria fugido de carro até o bairro San Martin, próximo à Fundação Casa, onde atirou contra si mesmo e morreu.