EUA passam a ser maior produtor mundial de petróleo

EUA passam a ser maior produtor mundial de petróleo

  Os Estados Unidos tornaram-se o maior produtor de petróleo do mundo, pela primeira vez desde 1975, graças ao óleo de xisto, anunciou nesta quarta-feira (10) a companhia de petróleo britânica BP.

Além disso, a oferta global de petróleo cresceu como nunca antes em 2014 (2,1 milhões de bpd), de acordo com o relatório estatístico sobre energia da BP.

Este aumento deveu-se principalmente ao crescimento de 1,6 milhões de barris por dia de produção americana.

Segundo o relatório, esta é a primeira vez que um país consegue aumentar sua oferta em mais de 1 milhão de barris por dia durante três anos consecutivos.

"Os Estados Unidos ultrapassaram a Arábia Saudita e a Rússia como o principal produtor de petróleo pela primeira vez desde 1975", disse Bob Dudley, diretor executivo da BP.

"As implicações da revolução de xisto americano são profundas", disse ele.

Por exemplo, os Estados Unidos reduziram significativamente suas importações, a ponto de ceder à China o lugar de maior importador.

E isso apesar da desaceleração econômica que fez a demanda chinesa cair a apenas 2,6% em 2014, muito menos do que a média anual de 6,6% nos últimos 10 anos.

O óleo de xisto é um substituto do petróleo, cuja técnica não convencional envolve a injeção de água sob alta pressão, fraturação hidráulica, em rochas localizadas a entre 1.500 a 2.400 metros de profundidade.

Esta técnica tem expandido as possibilidades de extração de petróleo e é uma ameaça para o domínio dos produtores tradicionais.

 

 

G1