Estudantes da Paraíba lideram ranking de consumo de drogas ilícitas no Nordeste

Estudantes da Paraíba lideram ranking de consumo de drogas ilícitas no Nordeste

Uma pesquisa realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) com mais de 4,8 mil alunos do 9º ano do ensino fundamental de 147 escolas públicas e privadas da Paraíba, mostrou que 6,8% deles já experimentaram drogas ilícitas, como maconha, crack e cocaína, pelo menos uma vez na vida. O resultado deixa o estado na liderança do ranking no Nordeste e na 16ª posição em todo o Brasil.

Os dados fazem parte da Pesquisa Nacional de Saúde Escolar 2015, realizada com estudantes do sexo masculino e feminino. Por sexo, a pesquisa constatou que 8% dos estudantes homens já haviam consumido drogas em algum período da vida e que 5,8% das estudantes também já utilizaram entorpecentes.

Com relação ao tipo de escola, 7,1% dos estudantes de escolas públicas afirmaram ter consumido drogas. O percentual é um pouco menor para estudantes de escola privada, ficando em 5,4%.

Especificamente em João Pessoa, a pesquisa identificou que 8,3% dos 2.423 mil alunos entrevistados já utilizaram drogas. O resultado deixa a Capital do estado na 17ª posição no ranking nacional.

Por sexo, a pesquisa mostrou que 9,1% dos estudantes homens e 7,5% das estudantes confirmaram que usaram drogas em algum momento da vida. Sobre escolas, 9,8% dos estudantes de escolas públicas afirmaram já ter utilizado drogas, contra 5,9% dos alunos de escolas privadas.

Já sobre as drogas lícitas, como as bebidas alcoólicas e o cigarro, 15,9% dos estudantes de João Pessoa afirmaram já ter experimentado, ao menos uma vez, o cigarro, e 36,6% já haviam experimentado bebidas alcoólicas.

 

 

 

Portal Correio