Enxame de abelhas ataca e mata agricultor na Paraíba

Enxame de abelhas ataca e mata agricultor na Paraíba

Número de ataques de abelhas no Sertão da Paraíba aumentou com a ocorrência de chuvas, de acordo com informações do 4º Batalhão de Bombeiros Militares, com sede no município de Patos

Um enxame de abelhas atacou e matou o agricultor aposentado Francisco Gomes Feitosa, de 77 anos, na Zona Rural do município de Mauriti, no Ceará, que fica na divisa com a cidade de Conceição, no Sertão da Paraíba, a 482 quilômetros de João Pessoa.

De acordo com informações de familiares da vítima, o agricultor teria saído de casa para o roçado e não retornou no fim da tarde. Ele foi procurado pelos parentes e encontrado por volta das 19h não muito longe da casa. O agricultor teria sido atacado por um enxame e já foi encontrado morto, ainda rodeado de abelhas e apresentando marcas de picadas por todo corpo. O cadáver foi removido por equipes do Instituto de Medicina Legal do Ceará.

O número de ataques de abelhas no Sertão da Paraíba aumentou com a ocorrência de chuvas, de acordo com informações do 4º Batalhão de Bombeiros Militares, com sede no município de Patos.

Somente nos três primeiros meses do ano, o número de ocorrências registradas envolvendo esses animais chegou a 86 casos. Número que já se aproxima do total registrado em todo o ano de 2013, em que foram notificados 119 casos.

De acordo com o comandante da corporação, o desmatamento e a incidência de chuvas registradas contribuem para que as abelhas procurem refúgio próximo a edificações. E nesse caso, aumenta o perigo de ataque a pessoas.

No caso delas invadirem espaços domésticos ou sociais, major Saulo recomendou que as pessoas não as afugente. "Não se deve tocá-las, nem tão pouco atacá-las. Ao notar presença de enxame, deve-se entrar em contato com o Corpo de Bombeiros através do telefone gratuito 193", orientou.

Fonte: portalcorreio