Empresário pede na Justiça R$ 1,5 mi de Hulk por obra “não paga”

Empresário pede na Justiça R$ 1,5 mi de Hulk por obra “não paga”

O jogador paraibano Hulk pode se tornar, nesta terça-feira (15), réu em uma audiência na cidade de Campina Grande, no interior da Paraíba.

Hulk está sendo processado pelo dono de uma construtora, Rômulo Lucena, que teria sido contratada para obra em um centro de treinamento do atacante do Zenit, segundo informou o jornalista Morib Macedo, no programa 60 Minutos, da Rádio Arapuan FM.

O empresário acusa Hulk de não efetivar o pagamento pelo serviço que na época seria de R$ 500 mil, mas que atualizado pode ter chegado a R$ 1,5 Milhão.

Segundo os advogados do empresário, o dinheiro teria sido desviado por um concunhado do atleta que era responsável por representá-lo na obra em Campina Grande.

Os advogados de Hulk alegam que a obra foi paga e que ele contaria com recibos que comprovariam o pagamento.

A audiência está marcada para acontecer às 14h, em Campina Grande.

 

 

Roberto Targino – MaisPB