Em um ano, Paraíba perdeu 420 leitos pediátricos, revela SUS

Em um ano, Paraíba perdeu 420 leitos pediátricos, revela SUS

Segundo dados do DATASUS (Departamento de informática do Sistema Único de Saúde do Brasil), a Paraíba perdeu, entre o período de março de 2014 e março deste ano, 420 leitos de pediatria na rede pública de saúde. Se a referência for o mês de março de 2015, que é o dado mais recente informado do Ministério da Saúde, e o mesmo período de 2010, a diminuição de leitos pediátricos chega a 785. Esses números, segundo o DATASUS, incluem os leitos clínicos e cirúrgicos espalhados por hospitais e maternidades do estado, sendo a maioria deles em João Pessoa e Campina Grande.

O deputado federal Rômulo Gouveia (PSD) pediu ao Ministério da Saúde o restabelecimento dos 420 leitos pediátricos que a Paraíba perdeu em um ano. O parlamentar ainda questionou a distribuição de médicos infantis no Estado.

Na Paraíba, segundo o Conselho Regional de Medicina (CRM), há 491 médicos nessa especialidade para uma população de 1,3 milhão de habitantes entre 0 e 19 anos, o que representa cerca de 37 profissionais para 100 mil pessoas. Esse número é bastante favorável, levando em conta que o recomendado pela Organização Mundial de Saúde (OMS) é 20 médicos para 100 mil habitantes.

Mesmo assim o deputado destacou que, apesar de o Estado possuir uma quantidade de pediatras acima da recomendação da OMS, a distribuição dos profissionais prejudica atendimento. Dos 491 profissionais da Paraíba, mais da metade (347) estão na Capital. Campina conta com 96 e os outros 48 são responsáveis por atender as crianças dos 221 municípios. 

 

 

 

Fonte: MaisPB