Em Salvador, Ricardo faz palestra e empresários elogiam indicadores econômicos da PB

Em Salvador, Ricardo faz palestra e empresários elogiam indicadores econômicos da PB

O governador Ricardo Coutinho apresentou, nesta terça-feira (13), as potencialidades do Estado da Paraíba para novos investimentos para executivos e empresários das principais empresas do país, durante o ‘Exame Fórum Nordeste’, evento da editora Abril, que discutiu os desafios da região, bem como reduzir a desigualdade e aumentar a produtividade. Ricardo participou do evento, realizadoem Salvador (BA), ao lado dos governadores Jacques Wagner (Bahia) e Rosalba Ciarlini (Rio Grande do Norte).

O governador defendeu que o país precisa de investimentos para viver um novo ciclo de industrialização e desenvolvimento que diminua as desigualdades. “Só se diminui as desigualdades com investimentos na educação básica e profissionalizante e na produção em logística, portos, estradas que preparem os Estados para esse novo ciclo e que, ao mesmo tempo, retire recursos das atividades meio dos Estados e coloque nas atividades fim. Esse é o grande desafio, que é difícil, mas necessário para que essa geração e a futura se estabeleçam num mundo tão competitivo”, ressaltou.

Ricardo apresentou um panorama da economia paraibana, destacando o crescimento do Estado, a exemplo da indústria que tem um incremento médio de 12% ao ano e com um acréscimo de 1.281 empresas cadastradas na Receita em 2013. Também ressaltou a criação de 22,3 mil novos empregos nos últimos 12 meses, o que representa uma taxa de crescimento de 5,94%, a maior em termos proporcionais no país.

“O mercado de consumo paraibano já dispõe de 637, 3 mil famílias das classes B e C, o que representa 70% das famílias do Estado. Por outro lado, temos o terceiro maior crescimento de vendas no comércio do país: 9,2% em 2013; e a segunda maior alta nominal no setor de serviços do Nordeste em 2013, 11% a mais de receita no setor. Isso demonstra um aumento do nosso potencial de consumo, que atingiu R$ 41,7 bilhões em 2013, um crescimento de 16,73%, que superou o índice nacional no mesmo ano de 9,9%", destacou Ricardo.

Para um público de empresários e executivos, o governador afirmou que a Paraíba está de braços abertos para receber novos investimentos com uma política firme e ousada e os resultados estão presentes com um crescimento de 5,7% na economia em 2011, mais que o dobro da taxa brasileira. Ele citou setores como o automotivo com a implantação da fábrica Fiat nas divisas da Paraíba e de Pernambuco, com a criação de uma Região Integrada de Desenvolvimento dos Estados da Paraíba e Pernambuco, que envolve 13 cidades com a adoção de uma mesma política tributária e ações conjuntas para captação de recursos.

Turismo- O Centro de Convenções de João Pessoa com investimentos de R$ 245 milhões e com capacidade para receber eventos simultâneos de até 20 mil pessoas foi apresentado pelo governador Ricardo Coutinho como impulsor do desenvolvimento turístico junto com o Polo Cabo Branco, que está preparado para receber resorts e hotéis. "Com eventos agendados até 2016, temos apenas 12 mil leitos com uma ocupação de 100% dos hotéis na alta estação, portanto, temos ambiente e mercado para receber investimentos em hotéis e bares e restaurantes dada a procura crescente de turistas brasileiros e estrangeiros de uma forma sustentável", completou.

Reforma Tributária - “O Brasil precisa discutir urgentemente e colocar o dedo na ferida da autonomia dos Estados, pois não é possível viver em um Estado federado na teoria e unitário na divisão das receitas. Não fosse o crescimento do mercado interno com incentivo para instalação de 191 empresas, quatro unidades de Call centers, que ajudaram a um crescimento de ICMS de 16,6% em relação a 2013, não teríamos conseguido avançar economicamente e socialmente. Ou se descentraliza os recursos para os Estados ou poderemos ter dificuldades no futuro. O Nordeste não pode ser visto como problema, mas como solução para o Brasil", ressaltou.

Empresas em expansão - O presidente da Rede Pague Menos, Deusimar Queiroz, parabenizou a apresentação do governador, ressaltando que o seu grupo de farmácias vem crescendo não só nas vendas, mas expandindo lojas em toda a Paraíba. “O nosso grupo cresceu 17,8% na Paraíba em 2013 e temos planos de expansão junto com o Estado, como a interiorização das nossas lojas em municípios a exemplo de Patos”, anunciou.

O executivo da Pague Menos reafirmou a fala de Ricardo Coutinho, ressaltando que os Estados precisam ter autonomia para ficar com a arrecadação dentro de um novo Pacto Fiscal. “Acreditamos que o Nordeste e a Paraíba continuarão crescendo", afirmou.

O presidente do grupo Riachuelo, Flávio Rocha, comentou que a empresa que dirige possui uma atuação forte na Paraíba e é testemunha do crescimento econômico que refletiu no aumento do consumo de roupas e moda nas classes mais baixas. Ele adiantou que este ano o grupo abrirá uma nova loja em Campina Grande e outra em João Pessoa e ainda comemora a inauguração no final do ano passado da 4ª loja na Capital. “Estamos vivendo o maior plano de expansão de lojas e a Paraíba estará inserida neste momento. Temos hoje uma nova classe média que se tornou consumidora de roupas e moda, principalmente no Nordeste, pela predominância de cidades litorâneas com gastos ligados ao vestuário e beleza", avaliou o executivo.

Secom-pb