Em Piancó, desfile do Educandário Américo Mesquita encanta, emociona e arranca aplausos do público

Em Piancó, desfile do Educandário Américo Mesquita encanta, emociona e arranca aplausos do público

O público se emocionou com o desfile em homenagem a semana da Pátria do Educandário Américo Mesquita, realizado nesta terça-feira(6), na cidade de Piancó.  Pela 8º vez consecutiva, a escola participou das homenagens da Independência do Brasil.

Baseado no tema “Para cantarmos em vozes mil” e narrando todo o enredo do Hino Nacional.  Os estudantes do Educandário Américo Mesquita receberam rasgados elogios das pessoas que estavam pelas ruas e avenidas da cidade, acompanhando o desfile.

O pelotão de portas bandeiras da escola, município, estado e nacional abriu o desfile. Em seguida o pelotão do “Grito do Ipiranga” trouxe um aluno caracterizado de Dom Pedro I, montado em um cavalo, além de sua comitiva e guarda pessoal.

Já o 3º pelotão, mostrou os alunos com o uniforme usado no dia a dia pelos estudantes da escola.

O 4º pelotão formado por balizas apresentou como tema: “As conquistas da nossa Nação”. Os alunos através de um cabo de guerra mostraram ao público que, as vitórias são alcançadas através da união dos povos.  Eles ainda dançaram vários ritmos regionais brasileiros e apresentaram a beleza da ginástica rítmica.

Outra atração do desfile foi a Banda Marcial Dionizio Claudino de Mesquita e seus mascotes. Sob a orientação do maestro Luís Paulo, seus integrantes executaram marchas e músicas alusivas ao 7 de setembro.

Também foi destaque o pelotão formado por crianças. Eles representaram o Cruzeiro do Sul, destacando os 26 estados e o Distrito Federal. Logo após foi a vez do próximo pelotão apresentar as florestas e os bosques brasileiros.

O 9º pelotão trouxe o tema: “Ordem e Progresso”. O lema da Bandeira do Brasil. Os estudantes fizeram um grande desempenho e também recebeu o reconhecimento do público.

O 10º e último pelotão, adentrou na avenida já chamando a atenção de todos. Alunas dançando balé, em performances inéditas.  Atualmente, a modalidade ganhou expressão neoclássica e moderna.

Ao final o público vibrou e pediu biz, além disso, as autoridades presentes no palco principal elogiaram todas as apresentações e destacaram a organização da escola diante das apresentações.

 

 

Vale News PB