Em Piancó, multidão se despede da professora Erenita Claudino Mesquita

Em Piancó, multidão se despede da professora Erenita Claudino Mesquita

Desde a tarde de domingo(02) e durante o dia dessa segunda-feira(03) centenas de pessoas participaram dos funerais da professora Erenita Claudino Mesquita. Ela morreu vitima de câncer no Hospital Napoleão Laureno em João Pessoa.

A secretaria de educação através da prefeitura emitiu uma nota de pesar em homenagem a professora. A secretária de educação de Piancó Sheila de Sá Lacerda disse que Erenita Mesquita foi um exemplo de vida e que funcionários e alunos da rede municipal de educação estavam ficaram tristes com a morte da professora.

A professora recebeu dezenas de homenagens desde professores, alunos, profissionais autônomos de várias categorias, além de familiares. A direção do Educandário Américo Claudino Mesquita decretou luto oficial por dois dias e o retorno as aulas será a partir de quarta-feira(05).

Erenita Mesquita foi professora da rede municipal e privada de ensino. Dedicada e muito exigente, fazia do ensino um sacerdócio. Ela sempre fazia questão de lembrar a figura do pai e da mãe. Sobre as irmãs, falava que a união era a maior da virtudes e que qualquer desafio ou dificuldade todas compartilhavam o mesmo momento.

Erenita Claudino Mesquita tinha 47 anos de idade e morreu vitima de câncer, no entanto, enxergava na doença que o acompanhou por três anos o maior dos desafios, mas nunca perdeu a esperança de lutar e a fé em Deus.

Seu corpo foi sepultado no cemitério São Miguel por volta das 17:00 horas de segunda-feira(03) em meio a muita emoção dos filhos, irmãs, professores, estudantes, alunos e amigos.

 

Vale News PB

Fotos: Vale News PB