Em Patos, Cássio reúne lideranças do Sertão, destaca manutenção da base aliada e projeta nova vitória

Em Patos, Cássio reúne lideranças do Sertão, destaca manutenção da base aliada e projeta nova vitória
O salão da casa de recepções Coliseum, em Patos, ficou pequeno para o primeiro dos três Encontros de Lideranças marcados para esta sexta-feira (10), quando o senador Cássio Cunha Lima (PSDB) continua a traçar novas estratégias para o segundo turno das Eleições 2014. Depois de vencer o turno inicial com quase 30 mil votos de maioria, o tucano foi recepcionado com entusiasmo por prefeitos, ex-prefeitos, vereadores, deputados e líderes políticos de todo o Sertão.
 
"Se perdemos um ou outro apoio, recebemos novas adesões. Anunciaram a adesão do deputado Galego Sousa, mas eu estive com ele ontem e o Galego permanece conosco.

O Sertão está aqui. Nossa base está intacta. E agora vamos trabalhar para aumentar nossa vantagem e consolidar a vitória da mudança que a Paraíba e o Brasil tanto desejam", comemorou Cássio, citando liderança por liderança de cada cidade da região.
 
O candidato do PSDB fez questão de lembrar da vitória de 2002 e dos dois turnos de 2006 para registrar que, este ano, a vantagem da vitória na primeira etapa foi maior do que as anteriores.  Em 2006, Cássio [com 943.922 votos, 49,67%] venceu Zé Maranhão [teve 926.272 votos, 48,74%] com uma maioria de 17.650 mil votos. Em 2010, com apoio de Cássio, Ricardo [942.121 votos, 49,74%] venceu Zé Maranhão [teve 933.754 votos, 49,30%] com maioria de 8.367 mil votos. Agora, em 2014, Cássio [965.398 votos, 47,44%] venceu Ricardo [teve 936.009 votos, 46,05%] maioria de 28.388 votos.
 
"Tivemos uma expressiva vitória, meus amigos. Com um detalhe importante: somos talvez a única candidatura do Brasil que venceu o primeiro enfrentando as máquinas do Governo Federal, Estadual e a Prefeitura da Capital", comentou. Cássio definiu juntamente com as lideranças presentes novas estratégias para que a campanha seja intensificada em cada município, enfatizando a importância de se analisar o novo cenário da eleição em nível nacional.
 
Ao pedir empenho pela consagração da eleição de Aécio Neves, neste segundo, lembrou que o senador mineiro só venceu em duas cidades em todo o Nordeste: uma no interior da Bahia e a outra em Campina Grande. "Venceremos este segundo turno para libertar a Paraíba, que terá um governador aliado do presidente da República. Melhor, um governador amigo do presidente", disse.

A platéia vibrou bastante com a fala do senador, que disse estar convicto no empenho de cada um, em seus respectivos municípios, para ampliar a vantagem e garantir a eleição no próximo dia 26. "Vamos a vitória para libertar a Paraíba de um governo perseguidor e mesquinho", pontuou. Se fizeram presentes, o ex-senador Wilson Santiago (PTB), o deputado federal Wilson Filho (PTB) e os deputados estaduais Janduhy Carneiro (PTN), Antônio Mineral (PSDB), Zé Aldemir (PSDB), Jutay Menezes (PRB), o recém eleito Dinaldinho (PSDB).


Assessoria