Em Conceição, polícia prende suspeito de assassinato

Em Conceição, polícia prende suspeito de assassinato

Após um mês, a polícia civil da cidade de Conceição, sob a coordenação do delegado Rodrigo Pinheiro, prendeu quatro pessoas, no final da manhã desta quarta-feira(9). Elas estão sendo suspeitas do crime, que comoveu toda a população da cidade de Conceição: a morte do jovem Edinildo Liberato Pedone, mais conhecido como ‘Penteado’, 28 anos, que foi brutalmente assassinado a ‘pedradas’. O corpo foi encontrado, por volta das 5h, da manhã do último dia 9 de fevereiro, na rua Lino Mangueira, no bairro São Geraldo, na cidade de Conceição. Ele residia na rua prefeito João Fausto, no centro da cidade. Todos foram presos em cumprimento de Mandados de Prisão Temporária de 30 dias, expedidos pelo juiz da comarca de Conceição, Antonio Eugenio.

 

Exatamente um mês depois do homicídio, eis que o delegado prendeu Giórgio Figueiredo, Luís Soares de Oliveira, Fabiano da Silva Soares e outro identificado no mandado apenas como ‘Nego Junior’, todos suspeitos de participação direta no crime.

De acordo com informações do delegado regional, Glauber Fontes, a polícia investiga a participação de Francisco Ramon Pereira Malaquias, que já se encontra preso, desde o último dia 29 de fevereiro, depois que furou com uma faca peixeira, um jovem no bairro São Geraldo.

“ Trabalho do delegado Rodrigo e sua equipe foi feito de forma sigilosa, porém técnico e exitoso”, disse o delegado Glauber Fontes.

Atualziação às 21:41h

No dia do ocorrido, Fabiano chegou a ser preso pela polícia militar. Por falta de provas, o delegado o colocou em liberdade. No entanto, um tênis dele, que foi apreendido pela polícia, foi levado para fazer perícia. O delegado aguarda o retorno do tênis para prosseguir as investigações.

Ao portal Vale do Piancó Notícias, o delegado Rodrigo Pinheiro explicou que ainda está colhendo provas sobre a participação dos suspeitos no crime. Mas que pediu a prisão temporária, baseado no que já tem de indícios. Segundo ele, o tênis será decisivo para elucidação do crime, por ser uma prova material.
 

 


 

Vale do Piancó Notícias