Em carta, Anísio critica petistas que ‘votaram’ em Rodrigo Maia

Em carta, Anísio critica petistas que ‘votaram’ em Rodrigo Maia

O deputado estadual paraibano Anísio Maia (PT) divulgou carta aberta, na qual critica os deputados federais do PT, que teriam votado em Rodrigo Maia (DEM), eleito ontem novo presidente da Câmara dos Deputados.

Na carta, encaminha ao líder do PT na Câmara, o deputado Afonso Florence (PT-BA), Anísio disse que se “houver entre nós quem defenda esta possibilidade, certamente ignora os equívocos da política de conciliação de classes, hegemônica em nosso partido durante as duas últimas décadas”. “Seria imperdoável agora adotar quaisquer posturas que fortaleça os adversários da democracia. Esta proposta nos divide, deixa nossas bases indignadas e impossibilita a construção de um novo campo de alianças baseado no vínculo programático com o campo democrático e popular e com as forças políticas progressistas”, diz.

Confira a carta

Carta aberta ao companheiro Deputado Federal Afonso Florence

Líder do Partido dos Trabalhadores na Câmara dos Deputados 

Estimado Companheiro Afonso Florence,

Diante de rumores de que o nosso Partido estaria disposto a participar de negociações pouco ideológicas e excessivamente pragmáticas para eleger um nome golpista, com o intuito de dividir o famigerado “Centrão”, tomo a liberdade de sugerir ao companheiro o imediato esclarecimento da questão opondo-se frontalmente a esta esdrúxula proposta que enfraqueceria a luta democrática contra o golpe e colocaria de vez nosso partido na valha comum da política tradicional brasileira.

Se houver entre nós quem defenda esta possibilidade, certamente ignora os equívocos da política de conciliação de classes, hegemônica em nosso partido durante as duas últimas décadas. Seria imperdoável agora adotar quaisquer posturas que fortaleça os adversários da democracia. Esta proposta nos divide, deixa nossas bases indignadas e impossibilita a construção de um novo campo de alianças baseado no vínculo programático com o campo democrático e popular e com as forças políticas progressistas.

Precisamos reconstruir nossa identidade com os movimentos sociais e voltar a ser o partido do futuro, que denuncia e repudia as práticas espúrias do cretinismo parlamentar. A eleição da Câmara será em dois turnos e neste momento interessa que a esquerda e as forças democráticas mantenham-se unidas e marquem sua posição.

Desde o último dia 17 de abril, após o espetáculo horrendo promovido pelos discípulos de Eduardo Cunha, o povo brasileiro saberá identificar quem é quem na Câmara dos Deputados. Tenho plena convicção de que a bancada do Partido dos Trabalhadores apoiará um nome comprometido com a preservação de direitos sociais do povo brasileiro e comprometido com os princípios democráticos.

 

Anísio Maia

Deputado Estadual

Líder da Bancada do PT

Assembleia Legislativa da Paraíba

 

 

 

 

 

 

Mais PB