Em artigo, presidente nacional do PT diz que há 'tentativa de linchamento moral' de Lula

Em artigo, presidente nacional do PT diz que há 'tentativa de linchamento moral' de Lula

O presidente do PT Rui Falcão escreveu em artigo no site do partido que há no país uma "tentativa de linchamento moral" do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Para Falcão, "nunca antes na história do país" um ex-presidente foi tão "caluniado, difamado, injuriado e atacado como o companheiro Lula".

Nos últimas dias o nome de Lula surgiu em meio a investigações na Justiça, o que gerou reação  dos aliados. Na semana passada, o delegado da Polícia Federal Marlon Cajado enviou ofício à Justiça Federal no qual explicou a necessidade de abrir um novo inquérito na Zelotes para apurar suposto envolvimento de “servidores públicos”, entre eles o ex-presidente Lula, no esquema de suspeita de venda de medidas provisórias investigado na operação.

No final de janeiro, Lula foi intimado a deporem investigação do Ministério Público de São Paulo sobre a transferência de prédios inacabados da Bancoop – cooperativa do sindicato dos bancários que se tornou insolvente – para outras empresas, entre elas a OAS, alvo da Operação Lava Jato. O MP-SP apura a suspeita de o ex-presidente Lula ter ocultado ser o dono de um triplex num desses prédios.

Nos dois casos, a defesa do ex-presidente Lula nega que ele tenha cometido irregularidades enquanto estava na Presidência ou omitido bens

Para Rui Falcão, a "tentativa de linchamento político e moral" se apoia em "denúncias sem provas", prática que, segundo ele, virou moda no país nos últimos meses.

"Valem as versões, não os fatos. O dever da prova não é mais de quem acusa, mas de quem é acusado, delatado, caluniado", escreveu Falcão.

"Por mais que as explicações desmintam a farsa ecoada pelos detratores de Lula, a mídia conservadora prossegue com o massacre de mentiras", continuou o presidente petista.

Falcão concluiu o texto chamando a militância do PT para se manifestar em favor do ex-presidente.

"É tarefa da militância e de quem tem compromissos com a democracia combater a escalada golpista e o cerco  criminoso ao Lula. Estou convencido, como já disse em recente inserção do PT na televisão, que, assim, mais uma vez a verdade triunfará sobre a mentira."

 

G1