Eleitores escolhem hoje presidente e 14 governadores

Eleitores escolhem hoje presidente e 14 governadores

 Mais de 142,5 milhões de eleitores devem voltar às urnas neste domingo (26) para escolher, em segundo turno, o futuro presidente da República e os governadores de 13 estados e do Distrito Federal.

Nos locais em que o governo estadual já foi escolhido no primeiro turno, as urnas eletrônicas mostrarão apenas os candidatos a presidente: Dilma Rousseff (PT) e Aécio Neves (PSDB).

Nos estados que definirão o governador neste domingo (Acre, Amazonas, Amapá, Pará, Rondônia, Roraima, Ceará, Paraíba, Rio Grande do Norte, Goiás, Mato Grosso do Sul, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul, além do Distrito Federal), as urnas exibirão, em seguida, os nomes dos candidatos a governador.

Os mais de 96 mil locais de votação estarão abertos das 8h às 17h, obedecendo ao horário local. Na eleição, que é 100% informatizada, serão utilizadas 530 mil urnas eletrônicas.

Neste ano, 21 milhões de eleitores (em torno de 15% do eleitorado do país) em 764 municípios brasileiros estão aptos a votar usando a identificação biométrica. No primeiro turno, porém, cerca de mil urnas apresentaram erro no leitor biométrico, causando longas filas, principalmente em Alagoas, Sergipe, Pernambuco, Paraná e no Distrito Federal.

Segundo o secretário de Tecnologia da Informação (STI) do TSE, Giuseppe Janino, também foram detectadas falhas de procedimento por parte dos mesários na hora de orientar os eleitores.

“Percebemos que grande parte dos casos de não reconhecimento pela biometria está ligada a procedimentos e isso aconteceu muito nas localidades onde estavam experimentando o sistema pela primeira vez”, explicou Janino ao G1.

Para evitar novos problemas, os equipamentos foram recuperados e distribuiu-se folhetos com orientações aos mesários. A meta é conseguir a identificação por biometria em 95% dos casos. No primeiro turno, esse índice ficou aquém: 91,5%.

As eleições terão o apoio de cerca de 15 mil homens das Forças Armadas, que vão reforçar a segurança ou dar apoio logístico em 319 cidades do país, segundo dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e do Ministério da Defesa. O Pará é o estado com o maior de municípios que contarão com o auxílio das Forças Armadas (57).

G1