Efraim reforça amizade com Cássio e diz que não irá se envolver em acusações

Efraim reforça amizade com Cássio e diz que não irá se envolver em acusações

O presidente do Democratas na Paraíba, Efraim Moraes, disse que vai ficar “ de fora” do debate a respeito de troca de acusações e provocações entre o governador Ricardo Coutinho (PSB) e o senador Cássio Cunha Lima (PSDB).  Efraim disse que cada um deve se defender e reafirmou amizade com Cássio, embora esteja na base de Ricardo.

Efraim sugeriu que não haja antecipação do debate entre os grupos: “Esse debate deve ser feito no seu tempo e quem deve defender os projetos é cada um. Eu não posso avaliar a gestão de Cássio porque eu não participei diretamente. Quando a Ricardo, eu tenho os números da secretaria que ocupo, disso eu posso falar”, se esquivou o ex-senador.

A amizade com o senador Cássio não se desfez com a aliança, Efraim afirmou que existiu uma divergência   política e que sua presença no Governo do Estado, contribuindo com a gestão o impediram de deixar Ricardo: “Isso é comum em política”, disse.

Efraim sugeriu o nome do filho, deputado Efraim Filho, para ocupar a vaga de vice governador na chapa de Ricardo Coutinho, mas disse que essa não foi condição para se manter na base: “Estamos dispostos a contribuir se houver o chamado”, concluiu.

Polêmica Paraíba