Efraim espera permanência de Lucas e Bosquinho no DEM e ratifica apoio a Azevedo para prefeito de JP

Efraim espera permanência de Lucas e Bosquinho no DEM e ratifica apoio a Azevedo para prefeito de JP
O presidente estadual do DEM, Efraim Morais, comentou que a janela para troca de partidos é constitucional, mas espera que os vereadores Lucas de Brito e Bosquinho não deixem o partido. Ele afirmou que há divergências entre algumas posições do partido e dos vereadores em relação ao pleito deste ano, mas que as decisões só serão tomadas após 18 de abril, quando os parlamentares não puderem mais trocar de partido.

“A janela é constitucional e nesse momento entendemos que é uma decisão que caberá aos nossos companheiros. Torço para que eles fiquem no partido, mas a decisão é unilateral. Temos o prazo até 18 de março e espero no dia 19 me reencontrar com os vereadores no Democratas”, afirmou o presidente em entrevista ao Sistema Arapuan de Comunicação, nesta sexta-feira (26).

Questionado sobre a dificuldade de os vereadores permanecerem no DEM, Efraim afirmou que o partido em nenhum momento procurou fiscalizar a atuação parlamentar de cada um deles e confia que pode ter ambos no DEM disputando a reeleição.

Já a respeito da posição de Bosquinho que afirmou lutar para que o partido apóie o prefeito, Luciano Cartaxo (PSD), a reeleição, o presidente afirmou que essa decisão só será tomada após o fechamento da janela, mas adiantou que o partido tem tendência de apoiar a candidatura do secretário estadual, João Azevedo (PSB), temos que discutir ao lado dos outros partidos que farão aliança com o PSB, a composição da chapa.

Além disso, Efraim ainda apontou que o próprio Lucas de Brito poderia ser cotado para compor a chapa com o PSB.

“Determinação só nas convenções, não é a palavra do presidente estadual do partido que decide, são as convenções em julho. Temos nomes e poderia citar o próprio Lucas como um dos que poderão compor a majoritária, temos que ter esse entendimento. Não há imposição do DEM de termos que participar da chapa, há outros partidos aliados que podem apresentar nomes que venham somar mais que o vereador Lucas. Temos que ter paciência, esgotar os prazos e ter confiança nos nossos pré-candidatos as eleições de 2016”, disse. 

 

 

 


Marília Domingues / Fernando Braz