Durante inauguração de comitê na cidade de Cuité, Cássio volta a atacar perseguição a servidores e pede um tempo de paz na Paraíba...

Durante inauguração de comitê na cidade de Cuité, Cássio volta a atacar perseguição a servidores e pede um tempo de paz na Paraíba...
O primeiro discurso do senador Cássio Cunha Lima (PSDB) como candidato ao governo foi feito na tarde de hoje (19) na cidade de Cuité, onde ele conta com o apoio da prefeita Euda Venâncio e do ex-deputado Bado Venâncio, além dos vereadores da situação. Ele lembrou as ações que desenvolveu no Estado quando foi governador por duas vezes e disse que a Paraíba precisa de um tempo de paz, onde não haja espaço para práticas velhas como a perseguição a pequenos servidores públicos.
Cássio foi buscar uma história antiga para ilustrar sua fala e disse em Cuité que se lembrava de Dona Helena da última vez que esteve na cidade. "Dona Helena tinha 27 anos de serviços prestados ao governo da Paraíba na Secretaria de Educação. Foi demitida faltando um ano para se aposentar, já que ia juntar o tempo de serviço em outro órgão do Estado", disse o senador. Para ele, o que aconteceu na Paraíba nos últimos três anos e meio foi a volta às práticas do século passado, onde a perseguição era uma regra comum. "Talvez a Paraíba seja o único Estado da Federação onde isso ainda existe", afirmou.

O primeiro Comitê de campanha do senador, que é candidato da coligação 'A Vontade do Povo', na região do Curimataú, foi inaugurado na tarde de hoje em Cuité, com a presença de diversas lideranças capitaneadas pela prefeita Euda. Situado na Rua Caetano Dantas, 42, no centro da cidade, o comitê vai atender a população de toda a região que deseja obter informações e se envolver na campanha de Cássio.
Cássio agradeceu aos jovens que organizaram o comitê e garantiu que vai retribuir o carinho e o trabalho com muito trabalho pela Paraíba a partir de janeiro. "Digo isso porque nossa campanha vai ser vitoriosa", acredita o senador. Após a inauguração do comitê, Cássio foi visitar o Salão de Artesanato de Cuité, onde diversas peças de artistas locais estão expostas à visitação pública. 
Em seguida, Cássio fez uma visita ao Mercado de Cuité, onde se encontrou com diversos comerciantes e ouviu reivindicações da população local.